Imagem da matéria: Mais de R$ 1,7 bilhão já foram usados na nova moeda digital da China
Yuan Digital (Foto: Shutterstock)

Mais de 2 bilhões de yuans digitais foram gastos em aproximadamente 4 milhões de transações separadas, de acordo com Yi Gang, o presidente do Banco Central da China (PBOC). Isso equivale a pouco mais de R$ 1,7 bilhão.

O Yuan Digital da China é uma das moedas digitais de banco central que está mais avançadas no desenvolvimento. Já em 2014, a China começou a trabalhar em uma moeda digital para o banco central quando Xiaochuan Zhou, então presidente do PBOC, estabeleceu um Instituto de Pesquisa de Moeda Digital. Avançando para este ano, a China até incorporou o público em experimentos com a moeda digital, emitindo 10 milhões de yuans digitais para cidadãos de Shenzhen. Agora, essas iniciativas estão apresentando resultados.

Publicidade

Yi teria dito que 2 bilhões de yuans foram gastos em iniciativas de testes em quatro cidades chinesas diferentes, por meio de 12.000 pontos de pagamento.

A moeda digital do banco central da China segue um sistema de duas camadas, onde o PBOC, o banco central da China, emite o próprio yuan digital, mas empresas privadas e bancos comerciais distribuem a moeda aos clientes.

“Por muito tempo, vejo que teremos dinheiro e moeda digital coexistindo no futuro, disse Yi em uma conferência recente.

Embora a China pareça estar à frente da curva no campo da moeda digital, ainda há muito mais trabalho a ser feito. Durante a conferência Fintech Week de Hong Kong, onde Yi estava falando, ele disse que continua sendo necessário criar um “quadro jurídico bastante complicado e bastante completo”.

Mas com a moeda digital em pleno andamento, essa estrutura não pode estar longe.

VOCÊ PODE GOSTAR
trader segura moeda de bitcoin em frente a grafico em computador

Bolsa de Chicago planeja lançar negociação de Bitcoin à vista, diz jornal

O objetivo é capitalizar a crescente demanda este ano entre os gestores de Wall Street para ganhar exposição ao setor de criptomoedas
pilhas de moedas douradas à frente da bandeira da Colômbia

Maior banco da Colômbia lança corretora de criptomoedas

A plataforma Wenia visa atrair pelo menos 60.000 clientes em seu primeiro ano de operação
dupla de homens sendo presa

Irmãos são presos por roubo de R$ 130 milhões em ataque de 12 segundos na rede Ethereum

O procurador americano Damian Williams disse que “este suposto esquema era novo e nunca havia sido acusado antes”
Moeda prateada da Chainlink com reflexo em um fundo roxo

Chainlink sobe 18% ao lançar projeto piloto em Wall Street com JP Morgan, BNY Mellon e DTCC

A DTCC anunciou que acaba de concluir um projeto piloto de tokenização com gigantes de Wall Street, como JP Morgan e BNY Mellon, aproveitando o CCIP da Chainlink