Imagem da matéria: Mais da metade das negociações de Bitcoin em corretoras são falsas, diz pesquisa
Foto: Shutterstock

Mais da metade de todas as negociações de Bitcoin (BTC) reportadas por corretoras de criptomoedas são falsas, ou seja, não são feitas por pessoas reais que querem comprar ou vender o mesmo ativo. Pelo menos essa é a conclusão de uma análise publicada pela Forbes nesta sexta-feira (26)

De acordo com o estudo, 51% do volume diário de negociação de bitcoin relatado pelas 157 maiores corretoras do mundo representa o que é chamado de negociação de lavagem (“wash trading”).

Publicidade

“Wash trading” é um tipo de operação financeira em que uma pessoa está em ambos os lados de uma negociação, ou seja, um investidor vende um ativo para si mesmo, usando diferentes contas ou carteiras. Isso cria a ilusão de um alto volume de operações.

Esse mecanismo pode ser usado tanto por corretoras para fingir que possuem um volume maior do que o real, ou por traders que podem lucrar ao manipular o volume de um token e lhe conceder uma popularidade artificial. Neste último grupo, o wash trading é mais usado em criptomoedas menores, ou shitcoins, para facilitar a aplicação de golpes como pump and dump por exemplo.

Outras análises indicavam que o wash trading era ainda maior no passado. A Bitwise, por exemplo, apontou em um estudo de 2019 que 95% do volume de negociação de bitcoin informado no CoinMarketCap era falso e/ou não econômico.

A Forbes, por sua vez, estima que o volume diário de bitcoin nas 157 exchanges analisadas foi de US$ 128 bilhões no dia 14 de junho, contra os US$ 262 bilhões relatados pelas próprias corretoras.

Publicidade

Do total de plataformas analisadas, 21 movimentaram US$ 1 bilhão ou mais em volume diário de trade de bitcoin, com outras 33 exchanges movimentando entre US$ 200 milhões e US$ 999 milhões, seja no mercado à vista (spot) ou outros tipos de trade, como negociações de contratos futuros e perpétuos.

A revista diz ter chegado a esses números através de análises quantitativas e qualitativas, usadas para ajustar o volume relatado pelas exchanges. Para isso, usaram dados de quatro agregadores (CoinMarketCap, CoinGecko, Nomics e Messari) além das próprias exchanges e dois outros provedores de dados de terceiros.

Quanto maior, menos confiável

Já na análise qualitativa, a credibilidade de uma empresa foi analisada avaliando cinco critérios que aumentam ou diminuem a confiança nos dados reportados.

As empresas de confiança mais baixa, de acordo com a Forbes, são aquelas que usam seu grande volume como um atrativo, mas operam com pouca ou nenhuma supervisão regulatória que garanta a confiabilidade nos números reportados, citando nominalmente Binance, MEXC Global e Bybit. 

Publicidade

“Ao todo, as exchanges menos regulamentadas em nosso estudo respondem por aproximadamente US$ 89 bilhões do volume real, mas reivindicam US$ 217 bilhões”, diz a reportagem.

O problema de wash trading foi reconhecido pela própria Binance no mês passado, após ocorrer um boom do fenômeno quando a corretora removeu taxas para as negociações de bitcoin.

Na ocasião, o CEO da Binance, CZ, disse que o wash trading estava sendo praticado por clientes que queriam aumentar sua classificação dentro da corretora para ter acesso às categorias VIP, que possuem taxas mais baixas de trade e limites maiores de saque.

Aprenda a ganhar dinheiro com Cripto Você pode ter acesso a um curso exclusivo com os maiores especialistas em cripto para aprender os fundamentos e as técnicas que te ajudam a navegar nas altas e baixas do mercado. Garanta sua vaga aqui!

VOCÊ PODE GOSTAR
Tela de celular do Telegram

Depois que Toncoin atinge alta histórica, Telegram lança a moeda “Stars” vinculada ao TON

A moeda no aplicativo, Stars, estará disponível para compra com moeda fiduciária por meio de compras no aplicativo via iOS e Android
Imagem da matéria: É hora de apostar em Bitcoin e shitcoins, diz Arthur Hayes

É hora de apostar em Bitcoin e shitcoins, diz Arthur Hayes

O Bitcoin crescerá à medida que os bancos centrais se concentrarem em taxas de juros mais baixas em massa – com o Banco da Inglaterra em breve, prevê Hayes
moeda cardano ADA com graficos ao fundo

Charles Hoskinson diz que hard fork ‘Chang’ será marco na história da Cardano

Agendado para este mês de junho, a atualização Chang levará a Cardano para a versão 9.0
Policial algemando suspeito durante a noite

Médico perde R$ 500 mil em criptomoedas após encontro por aplicativo e sequestro; suspeitos são presos

Os sequestradores que aplicaram o famoso ‘golpe do amor’ foram presos rapidamente pela PM de SP; Polícia Civil investiga o paradeiro dos ativos