Imagem da matéria: Maior mercado de NFTs do mundo demite 20% dos funcionários
Foto: Shutterstock

OpenSea, o maior mercado de negociação de tokens não fungíveis (NFT) do mundo, anunciou nesta quinta-feira (14) que vai demitir 20% do seu quadro de funcionários.

Embora o número total de funcionários cortados não tenha sido divulgado, cerca de 154 pessoas podem ter perdido o emprego, uma vez que a OpenSea tinha 769 funcionários até então, segundo seu perfil no Linkedin.

Publicidade

A revelação veio direto do CEO da empresa, Devin Finzer, em uma série de tuítes nos quais ele descreve como hoje é um “dia difícil” para a OpenSea.

“Hoje estamos nos despedindo de muitos de nossos amigos e membros da equipe OpenSea. Cada uma das pessoas que saiu desempenhou um papel crítico na jornada da empresa. Apoiaram nossos usuários, defenderam nossa missão e trabalharam intensamente para construir as bases do espaço NFT”, lamenta Finzer.

Ele justifica que tomar essa decisão difícil foi necessário devido ao atual cenário de incerteza que se forma pela combinação de inverno cripto — que derruba o preço das principais criptomoedas e faz o interesse no mercado diminuir — e a ampla instabilidade macroeconômica.

“Precisamos preparar a empresa para a possibilidade de uma desaceleração prolongada”, explica Finzer. “As mudanças que estamos fazendo hoje nos colocam em posição de nos manter [em operação] por vários anos em diferentes cenários de inverno cripto (5 anos no volume atual) e nos dão alta confiança de que só teremos que passar por esse processo uma vez.”

Publicidade

Aos funcionários que foram demitidos, o líder da OpenSea lhes garantiu “indenizações generosas”, além de cobertura de plano de saúde até 2023.

Ele também prometeu acelerar o período de vesting para aqueles que esperavam receber benefícios da empresa no futuro. Finzer também assumiu o compromisso de ajudar os demitidos a se reposicionar no mercado de trabalho, compartilhando seus perfis nas redes sociais.

A expectativa do empresário é que a OpenSea tire proveito desse período para consolidar sua posição no mercado. 

“O inverno é a nossa hora de construir”, analisa. “Durante este inverno, espero que vejamos uma explosão de inovação e utilidade em NFTs. Com as mudanças difíceis (mas importantes) que fizemos hoje, estamos em uma posição ainda melhor para capturar o que em breve se tornará o maior mercado do planeta”.

Demissões no meio cripto

Com a medida de hoje, a OpenSea se une a uma longa lista de empresas que atuam no ramo de criptomoedas que também tiveram que abrir mão de parte de suas equipes.

Publicidade

Empresas como Crypto.com, Gemini, Bitso e Coinbase demitiram funcionários nos últimos meses, ou implementaram um “congelamento” de contratações e rescindiram ofertas de contratação.  

Não sabe qual o melhor criptoativo para o seu perfil? No Mercado Bitcoin, quem está começando a investir tem a melhor experiência de negociação e fica informado sobre tudo! Saiba mais sobre o Mercado Bitcoin!

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Investidores aproveitam queda do Bitcoin para acumular ainda mais moedas

Investidores aproveitam queda do Bitcoin para acumular ainda mais moedas

As baleias de Bitcoin compraram avidamente a última queda; investidores de longo prazo agora aguardam a próxima alta para realizar lucros
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

ETFs de Bitcoin têm entrada de US$ 303 mi, impulsionados por Fidelity e Grayscale

Os fluxos de entrada de ETFs de Bitcoin à vista nos EUA atingiram uma alta de US$ 303 milhões em duas semanas, já que o preço do Bitcoin ultrapassou US$ 66 mil
Imagem da matéria: Bitcoin cai mas analistas ainda acreditam que preço vai chegar a US$ 150 mil este ano

Bitcoin cai mas analistas ainda acreditam que preço vai chegar a US$ 150 mil este ano

A AllianceBernstein concorda com os analistas do Standard Chartered e acredita que o preço do BTC mais que dobrará nos próximos 18 meses
Moeda de Ethereum na frente de gráfico

Ethereum pode surpreender positivamente nos próximos meses, diz Coinbase

Subindo menos que outras criptomoedas em 2024, o Ethereum pode se recuperar e superar seus pares nos próximos meses, avalia a Coinbase