Imagem da matéria: Maior banco da Itália irá permitir compra e venda de Bitcoin
Foto: Shutterstock

Um dos maiores bancos privados da Itália, a Banca Generali irá permitir em 2022 que seus clientes possam comprar e vender Bitcoins em um sistema de custódia de múltiplas assinaturas em que uma das chaves será a entidade financeira.

Conforme aponta reportagem do portal italiano Wealth, o cliente poderá comprar Bitcoin no mesmo app que já usa para fazer as transações bancárias normais e as operações de compra e venda serão diretas na conta corrente.

Publicidade

Trata-se da conclusão de uma parceria que a instituição italiana fez no final de 2020 com a fintech Conio, que desenvolveu uma wallet para criptomoedas. A Banca Generali pagou US$ 14 milhões para ser acionista majoritária da empresa.

“Trabalhamos com a Conio para desenvolver uma solução de custódia inovadora baseada em um sistema de múltiplas assinaturas que assegura a custódia do Bitcoin e a recuperação de uma wallet em caso de uma herança, por exemplo”, explicou Riccardo Renno, COO do banco.

O executivo afirma que a segurança de ter o banco como terceira chave para caso de perda será o grande diferencial do banco no mercado de criptoativos da Itália,

A Conio administra 300 mil contas de criptomoedas na Itália, sendo que dobrou de clientes em um ano.

A verdadeira posse dos bitcoins

Vale ressaltar uma máxima do Bitcoin: a pessoa só possui os bitcoins quando tem acesso a um endereço sobre o qual a blockchain confirma que ali tem uma quantidade de bitcoins.

Publicidade

O que a Banca Generali irá fazer é ser a custodiante de bitcoins para seus clientes – na prática ela será a dona dos ativos e os irá gerir em nome do cliente.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Ripple anuncia programa contínuo de bolsas em dinheiro para programadores do Brasil

Ripple anuncia programa contínuo de bolsas em dinheiro para programadores do Brasil

Meta é que comunidade de programadores crie soluções na XRP Ledger, blockchain usada pela empresa e que tem o token nativo XRP
dupla de homens sendo presa

Irmãos são presos por roubo de R$ 130 milhões em ataque de 12 segundos na rede Ethereum

O procurador americano Damian Williams disse que “este suposto esquema era novo e nunca havia sido acusado antes”
criptomoedas caindo no fogo

Volume de negociação em corretoras de criptomoedas cai pela 1ª vez em 7 meses

Análise aponta que guerra no Oriente Médio e freio no fluxo dos ETF cripto dos Estados Unidos foram os motores para a queda
hackers em frente a computadores

Exchange de criptomoedas Rain perde US$ 14,8 milhões em ataque hacker

A exchange disse que já tomou as medidas necessárias e que todas as sua atividades estão funcionando normalmente, inclusive saques