pilhas de moedas douradas à frente da bandeira da Colômbia
Shutterstock

O Bancolombia, maior banco da Colômbia, anunciou o lançamento de uma plataforma focada em criptomoedas. O projeto foi batizado de Wenia e visa atrair pelo menos 60 mil clientes em seu primeiro ano de operação.

A conta do Bancolombia no X confirmou com um usuário nesta terça-feira (7) os rumores de que a Wenia seria a sua plataforma focada em criptomoedas, “desenhada para tornar a interação com ativos digitais mais fácil e segura”.

Publicidade

De acordo com uma publicação da Forbes para a Colômbia na semana passada, os interessados ​​em ingressar na Wenia devem ser pessoas físicas, maiores de idade e com nacionalidade e residência colombiana. Cumpridos os requisitos, diz o texto, nesta fase inicial as pessoas poderão aceder à plataforma inscrevendo-se na lista de espera no site da plataforma.

Banco da Colômbia explora blockchain há anos

O presidente do Grupo Bancolombia, Juan Carlos Mora, disse à reportagem da Forbes que o grupo trabalhou por cerca de uma década para adentrar ao mundo das criptomoedas explorando a tecnologia blockchain:

“Temos orgulho de entregar ao país esta nova empresa com a qual nos comprometemos a promover a tecnologia rumo a um futuro mais dinâmico e ao alcance de todas as pessoas. Sabemos que com Wenia estamos a reforçar a inclusão financeira, ao mesmo tempo que contribuímos para o desenvolvimento contínuo da economia digital do país”.

Pablo Arboleda, CEO da Wenia, afirma que a plataforma foi desenvolvida com elevados padrões de segurança e as melhores práticas do setor. “Hoje começamos a materializar esse caminho em que queremos proporcionar aos nossos clientes uma experiência confiável e uma nova forma de utilizar seu dinheiro”.

Publicidade

Outra novidade é que junto com a plataforma chega também a stablecoin COPW, própria da Wenia, baseada em 1:1 ao peso colombiano. Esse ativo vai estrear na Wenia juntamente com Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH), USD coin (USDC) e Polygon (MATIC).

“A porta de entrada para Wenia é o COPW, e com isso os clientes poderão fazer a conversão para qualquer um deles”, finalizou Mora.

VOCÊ PODE GOSTAR
Foco em uma moeda dourada de Ethereum (ETH)

Aprovação do ETF de Ethereum pode acontecer antes do esperado, diz Coinbase

Maior exchange de criptomoedas dos EUA, a Coinbase está confiante de que a SEC aprovará ETFs de Ethereum à vista muito em breve, apesar do pessimismo mais amplo
Imagem da matéria: Vitalik Buterin critica prisão de dev do Tornado Cash: "Realmente lamentável"

Vitalik Buterin critica prisão de dev do Tornado Cash: “Realmente lamentável”

O fundador do Ethereum nem se importou em comentar sobre os ETFs, mas refletiu sobre a recente condenação de um desenvolvedor do Tornado Cash
Imagem da matéria: Do Kwon e Terraform fecham acordo com SEC sobre acusações de fraude com LUNA

Do Kwon e Terraform fecham acordo com SEC sobre acusações de fraude com LUNA

A startup por trás das falidas criptomoedas Terra (LUNA) e TerraUSD (UST) está entrando em acordo com os reguladores dos EUA para resolver acusações de fraude
moedas de Bitcoin, Solana e Ethereum emparelhadas - ao fundo gráfico de mercado

Solana será a próxima criptomoeda a ganhar um ETF? Especialistas respondem

Veja também se Dogecoin, Toncoin e outras criptomoedas poderão futuramente estrear no mercado financeiro tradicional como o Bitcoin e o Ethereum