Imagem da matéria: Love, Death + Robots: série da Netflix esconde NFTs gratuitos nos episódios; veja como resgatar as artes
Love, Death + Robots (Imagem: Reprodução/Netflix)

A terceira temporada da série Love, Death + Robots estreou na última sexta-feira (20) na Netflix e trouxe uma surpresa para os entusiastas de criptomoedas: uma caça de tokens não-fungíveis (NFTs) escondidos pelo universo da produção.

A ação, chamada “The Hunt 101”, conta com nove NFTs diferentes que podem ser resgatados por qualquer pessoa que encontrar os QR Codes espalhados tanto no mundo digital da série quanto no físico, em outdoors promocionais.

Publicidade

A terceira temporada da aclamada série de Tim Miller e David Fincher conta com nove episódios independentes, criados por diferentes equipes de animação. Cada NFT da coleção representa um episódio.

Até o momento, apenas três NFTs foram encontrados pelos telespectadores, conforme mostra o perfil oficial da série no OpenSea, o principal mercado de negociações de NFTs.

Vale destacar que os NFTs não são exclusivos para cada proprietário. Ou seja, qualquer usuário poderá mintar a mesma arte do NFT se encontrar o QR Code na série. 

O NFT do primeiro episódio “Three Robots”, por exemplo, já possui 21,9 mil detentores e registra um preço médio de 0,0031 ETH no OpenSea, cerca de R$ 30.

Publicidade

Como ter um NFT do Love, Death + Robots

Ao encontrar e escanear o QR Code do Love, Death + Robots, o usuário pode mintar — termo que se refere a criar novos tokens por meio de contratos inteligenteso NFT ou optar por apenas baixar o JPEG da ilustração no seu aparelho.

Após encontrar e escanear o QR Code, o usuário poderá mintar o NFT da série

De acordo com o site oficial da campanha, a coleção de NFTs do Love, Death + Robots não foi criada para fins lucrativos, portanto, qualquer pessoa poderá mintar o NFT de graça. 

No entanto, o usuário que quiser colocar o NFT na sua carteira precisará arcar com as taxas de gas da rede Ethereum, onde a coleção foi construída. 

O custo da transação vai variar dependendo do estado da rede: quanto maior a demanda, mais alta a taxa. Na manhã desta segunda-feira (23), por exemplo, a taxa sugerida para mintar um NFT da série no Metamask está em torno de 0,004 ETH, cerca de R$ 40. 

Publicidade

Para mintar o NFT, será preciso conectar sua carteira de criptomoedas na página da campanha, que pode ser Metamask ou Coinbase Wallet, e ter saldo suficiente para custear a taxa da rede. Depois disso, o NFT será enviado para a carteira Ethereum do usuário e poderá ser negociado em plataformas como o OpenSea.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: FIT21: Conheça o projeto de lei que promete transformar a regulação das criptomoedas nos EUA

FIT21: Conheça o projeto de lei que promete transformar a regulação das criptomoedas nos EUA

Aprovado na Câmara esta semana, o projeto FIT21 visa regular o setor de criptomoedas dando segurança para consumidores e estimulando empreendedores
Imagem da matéria: Reguladores afirmam que Coinbase não pode obrigá-los a criar regras “do zero” para setor de criptomoedas

Reguladores afirmam que Coinbase não pode obrigá-los a criar regras “do zero” para setor de criptomoedas

Em um processo judicial, a SEC argumentou que a Coinbase não pode exigir que o regulador escreva novas regras para o setor cripto
Imagem da matéria: Entendendo as tecnologias por trás da tokenização de ativos | Opinião

Entendendo as tecnologias por trás da tokenização de ativos | Opinião

Apesar de chamara cada vez mais atenção, muitas pessoas ainda não sabem o que é a tokenização de ativos e como ela funciona
Logo da ftx, dólares e bitcoin

Analistas preveem alta no mercado cripto com ressarcimento bilionário a clientes da FTX

A FTX deve cerca de US$ 11 bilhões a credores, mas a massa falida conseguiu levantar mais de US$ 14 bilhões