Imagem da matéria: Liqi anuncia fim de corretora de criptomoedas, mas segue com produtos para empresas
Foto: Shutterstock

A Liqi anunciou nesta quinta-feira (7) que irá encerrar suas operações como corretora de criptomoedas. Os clientes terão até o dia 11 de janeiro de 2024 para sacar seus ativos das wallets. Quem não o fizer, terá os bens liquidados automaticamente e o valor em reais disponibilizado na conta, que poderá transferir para uma conta bancária ou comprar outros produtos na Liqi.

A empresa comunicou seus clientes por e-mail e informou que irá seguir na ativa, mas com foco em negócios B2B, “com especial ênfase em soluções em blockchain, tokenização e digital assets para empresas”. 

Publicidade

No comunicado, a Liqi ressalta que está encerrando apenas a atuação como exchange, mas que a compra de ativos continua funcionando normalmente na Liqi. A empresa afirma que em 2023 tokenizou mais de R$ 60 milhões, e para 2024 a expectativa é de R$ 500 milhões. 

A assessoria de imprensa da Liqi deu maiores detalhes sobre a mudança após ser procurada pelo Portal do Bitcoin. “A verdade é que a Liqi sempre foi uma empresa de tecnologia em primeiro lugar, que também oferece produtos para o público em geral, como os tokens e as criptomoedas na exchange”, disse por mensagem. 

Segundo a Liqi, a vertente de negócio B2B tem tido grande sucesso, com destaque para o projeto de R$ 20 milhões do TIDC (sigla para Token de Investimento em Direitos Creditórios), feito em parceria com o Itaú e a empresa de serviços fiduciários Oliveira Trust. 

“Neste momento do mercado faz mais sentido usarmos nossa expertise para apoiar outras empresas que desejam oferecer o serviço de negociação de criptomoedas do que necessariamente manter uma exchange nossa, que eventualmente poderia inclusive competir com essa solução Crypto as a Service que oferecemos”, afirmou a empresa. 

Publicidade

Por fim, a Liqi entende que ainda existe espaço no mercado para a venda de tokens para o público geral dentro da plataforma. 

“Por entendermos que a tokenização precisa ser conhecida por mais pessoas e empresas, continuamos com a venda de tokens normalmente na nossa plataforma, tanto para o público pessoa física quanto pessoa jurídica”, disse a assessoria.

Liqi e Itaú

Em janeiro de 2022, a Liqi anunciou que recebeu um aporte Série A de R$ 27,5 milhões liderado pelo fundo de Corporate Venture Capital do Itaú Unibanco; Oliveira Trust, empresa financeira referência em soluções para administração de fundos e serviços fiduciários no Brasil; e o fundo Honey Island by 4UM, criado em parceria entre a Honey Island Capital e a 4UM Investimentos.

O aporte, que representava uma fatia de 27,5%, concedeu a empresa um valuation de R$ 100 milhões.

You May Also Like
Imagem da matéria: Bug na Coinbase zera saldo de usuários: "Estamos investigando"

Bug na Coinbase zera saldo de usuários: “Estamos investigando”

Clientes relatam que a Coinbase está mostrando contas vazias, mas a exchange garante que fundos estão seguros
Fundador da FTX fora do Tribunal de Manhattan EUA

Surge primeira foto de Sam Bankman-Fried na prisão; veja

Foto teria sido tirada em 17 de dezembro e Sam Bankman-Fried parece estar mais magro do que em período do julgamento de seu caso
felippe barreto sims, golpe, criptomoedas

Influencer é preso por roubar R$ 4 milhões em criptomoedas de idosos

Os acusados abusaram da relação de confiança que formaram com o casal de idosos para roubar suas criptomoedas
Smartphone mostra logotipo da Binance à frente de tela de negociação

Binance vai listar seis novos pares com stablecoins, incluindo Pepe

A criptomoeda meme PEPE acumula uma valorização de 400% nos últimos sete dias