Imagem da matéria: Laboratório do Banco Central vai dar bolsas para estudantes criarem projetos DeFi
Foto: Shutterstock

O Banco Central irá selecionar quatro projetos para dar bolsas com incentivos financeiros universitários inovadores que façam parte de startups de trabalhos focados em DeFi (finanças descentralizadas).

Um dos pontos que o BC irá olhar é se os projetos têm aderência aos planos do BC, que potencialmente pode vir a utilizar da tecnologia em projetos como o Real Digital.

Publicidade

A iniciativa é feita dentro do âmbito LIFT Learning, que é uma política pública do Banco Central que tem o objetivo de incentivar comunidades e ecossistemas de fintechs em todo o Brasil.

Ricardo Fernandes Paixão, professor da UnB e coordenador do Lift Learning no Distrito Federal, explica que, apesar do olhar para projetos de interesse do BC, a missão é desenvolver o ecossistema de uma forma mais ampla.

“O ponto aqui é que o Banco Central não procura soluções para problemas internos, mas incentivar o surgimento de startups que possam, de algum modo, aumentar a eficiência do sistema financeiro. DeFi é um dos pilares do Real Digital e o Banco Central usa o LIFT Learning para entender melhor os desenvolvimentos na área”, afirma Paixão ao Portal do Bitcoin.

O coordenador lembrar que tempos atrás foi feito um LIFT Learning com foco em meios de pagamento, e isso foi antes da introdução do Pix, o que denota um vanguardismo nos debates feitos dentro do projeto.

Publicidade

Curso de blockchain

A edição 100% cripto do LIFT Learning recebeu o nome “LIFT Learning DeFi”. O projeto é feito em parceria com o Mercado Bitcoin, que irá pagar pelas bolsas de estudo. A previsão é que comece em setembro desse ano.

Os projetos contemplados irão receber bolsas para até cinco universitários por startup, com mentoria das iniciativas participantes, com o objetivo que desenvolvam projetos com real impacto, pelo período de seis meses.

Serão quatro projetos ao longo de um ano. Os valores das bolsas de estudos ainda estão para ser definidos, mas em projetos similares recentes estavam em R$ 2.500 para desenvolvedor júnior com dedicação de 20h, e R$ 3.500 para desenvolvedor pleno com dedicação de 20h.

Além disso, um curso ensinando os parâmetros fundamentais da tecnologia blockchain será feita na Universidade de Brasília. Os alunos da UnB que receberem as bolsas poderão fazer o curso e irá contar como créditos para a formação; alunos de outras instituições poderão fazer como curso livre.

Publicidade

Esse curso na verdade será uma disciplina aberta da UnB, aberto a todos os interessados de foma gratuita. E a missão será desenvolver entre alunos e participantes remotos os conceitos técnicos e de negócio necessários para o desenvolvimento dos projetos de DeFi.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Câmara dos EUA aprova projeto de lei para frear criação de CBDC

Câmara dos EUA aprova projeto de lei para frear criação de CBDC

O apoio à legislação ficou bastante dividido entre os partidos, com muito menos apoio dos democratas em comparação com outros projetos de lei envolvendo criptomoedas neste mês
Donald Trump é fotografado em comício nos EUA

Trump agora aceita doações em Bitcoin e cumpre promessa com relação às criptomoedas

Bitcoin, Ethereum, Dogecoin, Solana, Shuba Inu e XRP estão entre criptomoedas aceitas pela candidato Donald Trump 
Imagem da matéria: Ex-diretor da FTX deve pegar até 7 anos de prisão, pedem promotores dos EUA

Ex-diretor da FTX deve pegar até 7 anos de prisão, pedem promotores dos EUA

Ryan Salame foi um dos executivos da FTX que coordenaram a doação de milhões para campanhas políticas usando dinheiro dos clientes
Imagem da matéria: Trader transforma US$ 27 mil em US$ 2 milhões ao antecipar alta da GameStop

Trader transforma US$ 27 mil em US$ 2 milhões ao antecipar alta da GameStop

O súbito ressurgimento das ações “memes” nesta semana rendeu uma pequena fortuna aos traders que nunca desistiram das loucuras de 2021