Imagem da matéria: KPMG do Canadá compra Bitcoin e Ethereum para colocar no caixa da empresa
(Foto: Shutterstock)

Uma das maiores empresas de auditorias do mundo, a big four KPMG, anunciou nesta segunda-feira (07) que concluiu uma aquisição de Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH) em sua receita corporativa da divisão de Ontário no Canadá. Segundo comunicado da companhia, trata-se do “primeiro investimento direto em criptoativos”.

A compra dos ativos foi realizada por meio da corretora dos irmãos Winklevoss, Gemini Trust Company LLC, diz o comunicado. Além de bitcoin e ethereum, a nova reserva da KPMG também inclui créditos de carbono.

Publicidade

A alocação desse tipo de ativo está em consonância com seus esforços em cumprir atos declarados em sua ESG (práticas ambientais, sociais e de governança”, declarou a companhia.

“A alocação de criptoativos é um investimento inédito para a KPMG no Canadá e reflete o compromisso da empresa com tecnologias emergentes e classes de ativos”, escreveu a empresa sem mencionar o valor reservado em criptomoedas.

Benjie Thomas, gerente e serviços de consultoria da KPMG no Canadá, disse no comunicado que as criptomoedas são uma classe de ativos em processo de crescimento e que investidores como hedge funds e family offices de grandes seguradoras e fundos de pensão estão ganhando cada vez mais exposição a ativos digitais.

“Bancos, consultores financeiros e corretoras estão explorando a oferta de produtos e serviços envolvendo criptoativos. A adoção de criptoativos e tecnologia blockchain continuará a crescer e se tornará uma parte regular do mix de ativos”, disse Thomas.

Publicidade

Para Kareem Sadek , um dos líderes de serviços de criptomoedas e blockchain da KPMG no Canadá, a indústria de criptoativos continua a crescer e amadurecer e precisa ser considerada por serviços financeiros e investidores institucionais.

“Investimos em uma forte prática de criptoativos e continuaremos a aprimorar e desenvolver nossos recursos em Finanças Descentralizadas (DeFi), Tokens Não Fungíveis (NFTs) e Metaverso, para citar alguns. Esperamos ver muito de crescimento nessas áreas nos próximos anos”, disse Sadek.

Ainda segundo o comunicado, os especialistas da KPMG avaliaram as implicações fiscais e contábeis da transação depois de estabelecido um comitê de governança para supervisionar e aprovar a alocação de tesouraria. “Um rigoroso processo de avaliação de risco que incluiu uma análise dos riscos regulatórios, reputacionais e de custódia”, diz outro trecho da nota.

Relatório sobre fintechs da KPMG

Em um relatório sobre o crescimento das fintechs feito pela Pulse of Fintech da KPMG, também divulgado nesta segunda, Anton Ruddenklau, líder global para o setor, falou sobre criptomoedas.

Publicidade

Ele disse que a companhia tem visto uma quantidade incrível de interesse em todos os tipos de empresas de fintech, com financiamento recorde em áreas como blockchain e criptomoedas, segurança cibernética e wealthtech.

De acordo com o relatório, em 2021 os investimentos globais no setor atingiram US$ 210 bilhões em um recorde de 5.684 novos negócios.

Talvez você queira ler
Ricardo e Camila, criadores do projeto Bitcoin é Aqui posam para foto

Conheça a pequena cidade brasileira que se tornou local com maior taxa de adoção do Bitcoin no mundo

Município do Rio Grande do Sul adota o Bitcoin como meio de pagamento para cortes de cabelo e cafés e chegando até em terrenos
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Juiz proíbe ex-CEO da Binance de deixar os EUA; Investidores da FTX processam F1 e liga de beisebol 

Manhã Cripto: Juiz proíbe ex-CEO da Binance de deixar os EUA; Investidores da FTX processam F1 e liga de beisebol 

O fundador da Binance deverá permanecer em território americano até que o tribunal de Seattle avalie se ele poderá retornar aos Emirados Árabes
Dedo indicador apoia bolo de dinheiro em forma digital

FMI publica manual de CBDC e cobra maior proatividade de países na criação de moedas digitais 

A diretora-geral do FMI, Kristalina Georgieva, sugeriu aos países que façam um esforço mais proativo para desenvolver suas CBDCs
Imagem da matéria: Crítica do Bitcoin, presidente do Banco Central Europeu admite que filho perdeu "tudo" em cripto

Crítica do Bitcoin, presidente do Banco Central Europeu admite que filho perdeu “tudo” em cripto

Líder do sistema bancário europeu, Christine Lagarde já afirmou que todos os ativos cripto “não valem nada” e são “baseados em nada”