Imagem da matéria: Justiça dos EUA decide que autodeclarado criador do bitcoin pague R$ 17 bilhões a família de sócio falecido
(Foto: Pixabay)

A Justiça dos EUA determinou que Craig Wright pague cerca de US$ 4 bilhões (R$ 17 bilhões) referentes a 410 mil bitcoins que seu sócio Dave Kleiman, já falecido, teria direito. A decisão foi proferida na segunda-feira (26) pelo juiz Bruce Reinhart, do Tribunal de Justiça do Sul da Flórida.

De acordo com o Bloomberg, na decisão, o juiz afirma que “Dr. Wright e David Kleiman firmaram uma parceria 50/50 para desenvolver a propriedade intelectual do Bitcoin e minerar bitcoins”.

Publicidade

Desta forma, diz a corte, qualquer propriedade intelectual relacionada ao bitcoin desenvolvida por ambos era propriedade da parceria, inclusive os frutos, que eram as criptomoedas.

O processo está em andamento desde 2018, quando o irmão de Kleiman foi à Justiça requerer metade de todos os bitcoins minerados pela dupla. Na ocasião, Ira Kleiman alegou que Wright havia fraudado documentos.

De acordo com ele, o sócio do irmão aproveitou-se da circunstância da morte para transferir as criptomoedas da companhia para sua conta individual.

Os referidos bitcoins foram minerados pela dupla até o ano de 2013 e Kleiman tem 50% de todos os criptoativos, decidiu o Tribunal.

Publicidade

Réu mentiu sobre bitcoins

O juiz também escreveu que Wright mentiu quando não entregou documentos que comprovariam a autenticidade de propriedade de Kleiman.

“Wright não deu a impressão de alguém que estava dizendo a verdade”, disse o juiz. “Deduz-se que o Dr. Wright intencionalmente criou documentos fraudulentos”.

Craig Wright, que alega ser Satoshi Nakamoto, mas nunca comprovou, disse em depoimento que não sabe onde estão todos os bitcoins e pode nem ser capaz de acessá-los.

No entanto, essa afirmação foi considerada de má fé, segundo o Tribunal.

Sobre sua alegação, de ser Satoshi Nakamoto, o juiz escreveu:

“Eu não sou obrigado a decidir, e eu não decido se o Dr. Wright é Satoshi Nakamoto. Eu também não sou obrigado a decidir, e eu não decido, a quantidade de Bitcoin, se houver, que o Dr. Wright controla hoje”.

Wright pode recorrer

O caso ainda não está encerrado. Segundo a corte, Wright ainda pode recorrer da decisão. Seu assessor, Ed Pownall, disse que se é reconhecido que Wright tem os bitcoins, prova que ele é Satoshi.

Publicidade

“Caso contrário, ele não poderia tê-los em primeiro lugar”, disse Pownall segundo o Bloomberg.


 Compre criptomoedas na 3xBit

Inovação e segurança. Troque suas criptomoedas na corretora que mais inova do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://3xbit.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
bonk memecoin solana

Memecoins disparam de preço enquanto Bitcoin permanece estável

O Bitcoin foi a maior notícia do fim de semana, mas o entusiasmo em torno do halving não alimentou um aumento nos preços — pelo menos ainda não
miniaturas de pessoas minerando bitcoin em meio a pedras e folhagens

O impacto ambiental do Bitcoin após o halving será para melhor ou pior?

O halving vai remodelar quem explora o Bitcoin e, portanto, a eficiência energética da rede. Isso compensará o imenso uso do BTC?
Equipamento de mineração com CPU em uma mesa de escritório com sinal luminoso do Bitcoin atrás

Dificuldade de mineração do Bitcoin bate recorde em último ajuste antes do halving

Recorde significa que mineradores estão correndo para garantir a recompensa de 6,25 BTC por bloco antes do halving
Celular com gráficos de ações e criptomoedas em queda no fundo

Preço de tokens BRC-20 da rede Bitcoin despencam antes do halving — Runes é o culpado?

Em semana crucial para a principal rede de criptomoedas, a ORDI caiu mais de 40%