Imagem da matéria: Justiça dos Estados Unidos vai leiloar bitcoins apreendidos
(Foto: Pixabay)

U.S. Marshals Service, órgão de polícia ligado ao Departamento de Justiça dos Estados Unidos, anunciou na última quarta-feira (17) que vai leiloar 660 bitcoins, hoje avaliados em cerca de R$ 16 milhões.

De acordo com um comunicado no site do departamento, o montante de bitcoin será ofertado partir de 05 de novembro e o protocolo exige que os proponentes depositem US$ 200 mil assim que se registrarem na Agência.

Publicidade

Esses bitcoins foram apreendidos em processos criminais, civis e administrativos federais e fazem parte de uma ampla gama de ativos oriundos de crimes que a instituição administra, como imóveis, veículos, joias e até mesmo aeronaves.

Intitulada Fase I, o leilão vai acontecer em duas partes com seis blocos de 100 bitcoins cada e um bloco com 60 unidades. Segundo a nota, os licitantes não poderão ver o lance alheio e também não serão autorizados a alterar suas ofertas assim que finalizadas.

O montante de bitcoin inclui os apreendidos recentemente, como os dos casos dos operadores, Theresa Tetley (40 BTCs), que e Thomas Mario Costanzo (80 BTCs) – ambos condenados à prisão sob a acusação de lavagem de dinheiro por bitcoin, conforme o texto do U.S. Marshals Service.

As inscrições para quem estiver interessado no arremate tiveram início no dia 22 deste mês de outubro e segue até dia 31.

Publicidade

A subdivisão da Justiça dos Estados Unidos leiloou em janeiro deste ano 3.600 bitcoins. Avaliados na época em US$ 30 milhões, os criptoativos foram transferidos no mês seguinte a cinco licitantes vencedores.

Desses, um recebeu 1.600 BTCs e o restante 500, 500, 200 e 813 bitcoins. Com exceção da Riot Blockchain, que voluntariamente expôs que comprou um dos lotes de 500, os nomes dos vencedores não foram divulgados.

Estados Unidos e o homem de 30.000 btcs

Tim Draper, bilionário investidor americano que há um mês disse que o mercado de criptomoedas vai crescer 400 vezes e atingir US$ 80 trilhões em 15 anos é o maior nome dentre aqueles que enriqueceram adquirindo bitcoin nessa modalidade de negociação.

Em um leilão em 2014, Draper já se mostrava confiante no novo mercado, quando arrematou 30 mil BTCs (confiscados da Silk Road pela Justiça dos EUA) por US$ 18 milhões. Na época, a unidade era cotada a US$ 650.

Publicidade

Um ano mais tarde, o capitalista de risco projetou que o preço do bitcoin chegaria a US$ 10 mil até o final de 2017, uma previsão que aconteceu em dobro. Draper já lucrou mais de US$ 300 milhões somente com o bitcoin.


BitcoinTrade

Baixe agora o aplicativo da melhor plataforma de criptomoedas do Brasil
Cadastre-se e confira todas as novidades da ferramenta, acesse: www.bitcointrade.com.br
Siga também o nosso Instagram com análises diárias.

VOCÊ PODE GOSTAR
moeda de Bitcoin à frente do logotipo do Goldman Sachs

ETF de Bitcoin da BlackRock ganha apoio de gigantes de Wall Street, como Goldman Sachs e Citadel

O sucesso dos ETFs de Bitcoin está forçando até os céticos das criptomoedas a clamarem por um espaço no setor
Paolo Ong, da SEC Filipinas

Termina prazo para saída da Binance das Filipinas e reguladores avisam: “Não há como sacar fundos após bloqueio”

“Não podemos endossar nenhum método de como retirar seu dinheiro agora que a ordem de bloqueio foi emitida”, disse o regulador filipino
Imagem da matéria: ETF de Bitcoin da BlackRock é o 3º mais investido por brasileiros no exterior

ETF de Bitcoin da BlackRock é o 3º mais investido por brasileiros no exterior

Produto da BlackRock fica atrás apenas dos ETFs que seguem o índice S&P 500 e o setor imobiliário dos EUA
moeda de bitcoin ao lado de tela com sigla NFT

Binance vai encerrar suporte a NFTs baseados no Bitcoin 

Com o fim do suporte para Ordinals, a Binance aconselha os usuários a transferir esses ativos para fora da plataforma