Imagem da matéria: JP Morgan oferece fundos de Bitcoin e Ethereum para clientes ricos
Imagem: Shutterstock

O JP Morgan, um dos maiores bancos de investimento do mundo, deu a seus clientes de Wealth Management acesso ao Bitcoin e outros fundos de criptomoedas.

Os clientes agora podem comprar e vender cinco produtos de criptomoeda por meio de consultores do JP Morgan, informou a Business Insider hoje, citando um memorando que viu. Os consultores têm acesso a quatro produtos da Grayscale e um produto da Osprey Funds.

Publicidade

Os pedidos – a partir de 19 de julho – oferecem aos clientes exposição aos veículos Bitcoin, Ethereum, Bitcoin Cash e Ethereum Classic por meio do Bitcoin Trust da Grayscale, Bitcoin Cash Trust, Ethereum Trust e veículos Ethereum Classic. Os clientes também podem investir no Bitcoin Trust da Osprey Fund, informou o Business Insider.

Esses fundos não significam que os clientes do JP Morgan possuirão pessoalmente a criptomoeda – eles apenas terão exposição a ela. Grayscale e Osprey são empresas que permitem aos investidores ter uma participação no mundo das criptomoedas, permitindo que comprem ações que rastreiam o preço de ativos como Bitcoin e Ethereum. Grayscale e Osprey fazem todas as coisas complicadas – como comprar e armazenar as criptomoedas.

Grayscale é a maior gestora de ativos digitais do mundo – atualmente gerenciando US $ 27,5 bilhões. É propriedade do Digital Currency Group, uma empresa de capital de risco com sede na cidade de Nova York. Mas, ultimamente, as ações da empresa têm sido negociadas com um desconto em relação ao preço do Bitcoin. Antes, essas ações eram negociadas com um prêmio, o que significa que era mais caro comprá-las do que investir em Bitcoin diretamente.

Business Insider acrescentou que os consultores do JP Morgan só podem executar negociações “não solicitadas”: eles não têm permissão para recomendar os produtos, mas podem vendê-los se um cliente solicitar.

Publicidade

Em março, o Morgan Stanley, outro grande banco de investimento, permitiu que investidores mais ricos ganhassem exposição ao Bitcoin por meio do Galaxy Bitcoin Fund LP, do Galaxy Institutional Bitcoin Fund LP e do FS NYDIG Select Fund. O Morgan Stanley, no entanto, só disponibilizou isso para clientes com pelo menos US$ 2 milhões em ativos no banco.

O JP Morgan, com sede em Nova York, está se tornando mais aberto ao mundo cripto. O CEO da empresa, Jamie Dimon, anteriormente chamava o Bitcoin de “fraude”, mas agora a empresa fala regularmente sobre ativos digitais e fornece serviços bancários para as principais empresas de criptomoedas Coinbase e Gemini.

*Traduzido e republicado com autorização da Decrypt.co

VOCÊ PODE GOSTAR
Presidente do Banco Central Roberto Campos Neto falando diante de um microfone

Presidente do Banco Central se reúne com MB um dia após anunciar agenda da regulação do mercado cripto

O Banco Central divulgou ontem os próximos passos para a regulação do setor cripto e espera concluir o processo até o final de 2024
Imagem da matéria: 8 ETFs de Ethereum à vista são aprovados pela SEC nos EUA

8 ETFs de Ethereum à vista são aprovados pela SEC nos EUA

Expectativa agora é que Ethereum possa renovar sua máxima histórica de novembro de 2021 e passar com folga a marca dos US$ 5 mil
Celular com logotipo da BInance

Binance vai suspender saques e depósitos de Ethereum para manutenção; veja data e hora

No planejamento da Binance, os serviços serão reabertos assim que a rede for considerada estável
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Câmara dos EUA aprova nova lei cripto em dia decisivo para ETFs de Ethereum

Manhã Cripto: Câmara dos EUA aprova nova lei cripto em dia decisivo para ETFs de Ethereum

Nesta quinta-feira termina o prazo para a SEC aprovar ou rejeitar o ETF de Ethereum da VanEck