Imagem da matéria: Jovem afegão que planejava minerar Bitcoin tem sonho interrompido pelo Talibã
Muhammad Ali em um esconderijo que abrigou cerca de 50 pessoas. (Imagem: Reprodução)

Muhammad Ali, um jovem afegão de 20 anos que sonhava em se tornar um minerador de bitcoin, teve os seus esforços interrompidos após a tomada do governo do Afeganistão pelo grupo extremista Talibã. Sem internet e segurança, ele fugiu de Kabul. Nos últimos dias, vinha percorrendo caminhos entre Turquia e Irã em busca de segurança e de um lugar para recomeçar, mas acabou sendo preso.

A história de Ali, que tem nome de campeão — de Muhammad Ali, considerado um dos melhores da história do boxe — foi contada pela Reuters nesta quarta-feira (25). Em vídeo publicado junto com a matéria, ele pede para os países vizinhos receberem os refugiados para que possam trabalhar: “Não somos terroristas”.

Publicidade

“Eu estava planejando um negócio de mineração de bitcoin ou ethereum em Kabul. De repente, tudo mudou e o Talibã assumiu todo o governo. Não há internet. E sem isso não posso fazer meu trabalho lá. Por isso resolvi deixar o Afeganistão”, disse Ali à reportagem.

O sonho de Ali estava planejado há um bom tempo. Ele disse que estudou Ciência da Computação e ensinava as pessoas sobre internet e design gráfico a partir de Khost, cidade onde morava. De lá, ele também fazia vídeos sobre finanças com dicas de investimentos e os publicava no Youtube.

Fuga e prisão

Antes de ser preso, Ali, segundo a Reuters, estava abrigado em um túnel de drenagem próximo ao lago Van, que fica em Tatvan, cidade de Bitlis, província da Turquia.

O país, por causa da vitória do Talebã, virou ponto de passagem para muitos migrantes que tentam chegar à Europa, e já é lar de quase 4 milhões de sírios.

Publicidade

Ali fazia parte de um grupo de 50 pessoas que fugiram do Afeganistão – todos calejados e com fome, segundo o veículo. A maioria deles deseja encontrar trabalho e enviar dinheiro de volta para a família; outros procuram apenas por paz.

A última informação que a reportagem teve de Ali foi que ele e os outros integrantes do grupo foram presos pela polícia. O local não foi mencionado.

Nas últimas semanas, disse o jornal, a polícia turca deteve milhares de migrantes afegãos. No entanto, as autoridades não os estão repatriando devido à turbulência que o país atravessa.

VOCÊ PODE GOSTAR
notas de dinheiro envoltas a moedas de bitcoin, com num cofre

Quantos bilionários do Bitcoin existem? Veja lista

Muitos dos primeiros a adotar o Bitcoin são agora bilionários, entre as pessoas mais ricas do mundo; mas a fortuna de Satoshi Nakamoto pode ofuscar todos eles
smartphone com logotipo da Toncoin TON à frente de monitor que mostra gráfico de mercado

Semana Cripto: Bitcoin cai enquanto Toncoin sobe e se aproxima da Dogecoin em valor de mercado

Criptomoedas de grande capitalização como PEPE e WIF também tiveram quedas de até 20% na semana
Moedas douradas de Bitcoin (BTC) e um gráfico de preço ao fundo

Preço do Bitcoin despenca com liquidações de US$ 245 milhões no mercado

As liquidações de criptomoedas dispararam na terça-feira (11), com o Bitcoin despencando 5% e indo a US$ 66 mil
Mão segurando celular com o logo da carteira de criptomoedas MetaMask

MetaMask adiciona staking de Ethereum em pool, mas exclui EUA e Reino Unido

Staking agrupado permitirá que os usuários da MetaMask façam staking de qualquer quantia de ETH e ganhem recompensas