Imagem da matéria: Jogadores oferecem R$ 1 bilhão em terrenos virtuais de jogo rival de Axie Infinity
Foto: Divulgação

Cerca de 35 mil pessoas estão disputando a chance de comprar terrenos virtuais de Ember Sword, um jogo estilo play-to-earn que ainda nem sequer foi lançado. Ao todo, os jogadores ofereceram US$ 203,7 milhões — o equivalente a um bilhão de reais — para comprar 6 mil terrenos vendidos em forma de tokens não fungíveis (NFT).

Nesse momento, os jogadores apenas preencheram um formulário explicando porque seriam bons proprietários de terras para que, caso sejam aprovados, tenham a chance de comprá-las no futuro por um preço médio de R$ 176 mil por terra.

Publicidade

As informações foram divulgadas nesta quarta (4) pela empresa dinamarquesa Bright Star Studios, a desenvolvedora do jogo baseado na tecnologia blockchain.

O Ember Sword será estilo MMORPG, onde jogadores constroem seus próprios terrenos, colecionam e trocam itens raros com outros players e batalham contra monstros no mundo fictício de “Thanabus”. Todos os itens do Ember Sword serão NFTs e poderão ser negociados livremente em mercados de terceiros.

“Estamos trabalhando para desenvolver uma economia orientada para o jogador que permite aos jogadores ganhar recompensas e ganhar dinheiro por meio de atividades no jogo, incluindo a criação de itens NFT exclusivos e negociáveis”, disse em nota Mark Laursen, o CEO do Ember Sword. 

Essa não é a primeira vez — e nem será a última — que o jogo coloca à venda os territórios virtuais. Em maio, o estúdio levantou US$ 1,5 milhão com a venda de um número menor de terrenos.

Publicidade

Febre dos jogos blockchain

O fundador do Bright Star Studios, Loren Roosendaal, disse ao CoinDesk que cerca de 80% das ofertas de compra dos terrenos foram de jogadores individuais, sendo que o restante partiu de grupos de streamers da Twitch e de empresas do ramo, como a Yield Guild Games (YGG), a maior escolinha de Axie Infinity.

O fenômeno que o Axie Infinity se tornou ajuda a explicar porque há tanto interesse no mercado por jogos que apresentam uma sistema econômico semelhante. 

Ao contrário do Axie, o Ember Sword será gratuito e não vai exigir que o usuário compre NFTs para começar a jogar. No entanto, possuir terras virtuais permite que os jogadores ganhem Ember (a criptomoeda nativa do jogo) e taxas das atividades econômicas que acontecem dentro e ao redor da sua terra. Esses proprietários também serão os primeiros a ter acesso a versão alfa do jogo.

Atualmente o Ember Sword está em fase pré-alfa, sendo testado internamente pelos desenvolvedores. A estimativa é que a versão alfa esteja disponível para a comunidade a partir de 2022, quando será lançada aos poucos a capital Solarwood, uma das quatro nações que compõem o jogo.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Ripple anuncia programa contínuo de bolsas em dinheiro para programadores do Brasil

Ripple anuncia programa contínuo de bolsas em dinheiro para programadores do Brasil

Meta é que comunidade de programadores crie soluções na XRP Ledger, blockchain privada da empresa e que tem o token nativo XRP
Imagem da matéria: FTX prometeu devolver 118% dos fundos dos clientes; o que acontece agora?

FTX prometeu devolver 118% dos fundos dos clientes; o que acontece agora?

Segundo os balanços, a FTX deve cerca de US$ 11 bilhões, e conseguiu levantar entre US$ 14,5 e US$ 16,3 bilhões até agora
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 62 mil em dia de quedas generalizadas; Dogwifhat desaba 12%

Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 62 mil em dia de quedas generalizadas; Dogwifhat desaba 12%

As quedas resultaram em liquidações de US$ 148 milhões no mercado de criptomoedas nas últimas 24 horas
Imagem da matéria: Desenvolvedor da Solana rouba R$ 1,6 milhão de investidores para apostar em jogos de azar

Desenvolvedor da Solana rouba R$ 1,6 milhão de investidores para apostar em jogos de azar

“O que vier a seguir está nas mãos de Deus”, disse o dev após assumir o roubo