Imagem da matéria: Já é possível jogar Doom na rede do Bitcoin
Reprodução Bethesda

O que os emojis de berinjela, NFTs e videogames têm em comum? Todos eles estão agora permanentemente registrados na blockchain do Bitcoin.

Provavelmente não é isso que o criador do Bitcoin, Satoshi Nakamoto, tinha em mente, mas graças à atualização Taproot e o controverso projeto Ordinals — o qual permite que as pessoas armazenem ativos exclusivos nele, semelhante a NFTs — agora você pode jogar um clone do icônico jogo de 1993, Doom, na rede da principal criptomoeda.

Publicidade

Leia também: Uso de NFTs na rede do Bitcoin deixa maximalistas revoltados

Então, o Bitcoin roda Doom? Por enquanto, a resposta é: mais ou menos.

Criado por Nicholas Carlini, o jogo está inscrito em Bitcoin, na Inscrição 466 e pode ser jogado com um teclado e mouse. É uma imitação simplista de Doom e não roda toda aquela pegada pixelada, sangrenta e gore da influente versão original, mas oferece um gostinho do que é possível através dos Ordinals. Uma versão melhorada já foi inscrita desde então.

Ele também adiciona uma nova faceta para o famoso meme “it Runs Doom”, em que as pessoas tentam fazer o jogo funcionar em praticamente qualquer gadget ou dispositivo que possam encontrar — seja um caixa eletrônico, uma geladeira, um smartwatch, entre muitos outros. Há até um subreddit dedicado à missão, seguido por mais de 94 mil usuários do Reddit.

Subindo conteúdo na blockchain do Bitcoin

O Bitcoin é a blockchain descentralizada original — e a capacidade de armazenar conteúdo nela a torna um registro histórico único.

O Manual da Teoria Ordinal argumenta que as inscrições Bitcoin como o jogo clone de Doom são melhores do que NFTs, que são tokens únicos de blockchain (normalmente são tokens ERC-721 em Ethereum) que representam a propriedade sobre os metadados associados que, em muitos casos, são armazenados fora da cadeia de forma centralizada. 

Publicidade

Cada inscrição no Bitcoin através do Ordinals é rotulada como um” artefato digital”, porque é completa e descentralizada por si só. É imutável, ao contrário da maioria dos NFTs, cujos metadados podem ser modificados ou mesmo excluídos pelo criador. 

Desde o seu lançamento em janeiro, o Ordinals já causou muita agitação entre a comunidade Bitcoin, como maximalistas e devotos têm debatido se conteúdo externo deve ser carregado para Bitcoin.

Como se poderia esperar da comunidade cripto “degenerada”, muito do que foi adicionado ao Bitcoin como inscrições até agora é algo semelhante a um graffiti digital. Existem imitações dos NFTs de beringela emojis e Bored Ape Yacht Club , juntamente com NFTs de nudez, música, tweets, GIFs,  memes do Donald Trump, e até anúncios para a blockchain de privacidade Monero. São tempos engraçados.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

Já pensou em inserir o seu negócio na nova economia digital? Se você tem um projeto, você pode tokenizar. Clique aqui, inscreva-se no programa Tokenize Sua Ideia e entre para o universo da Web 3.0!

VOCÊ PODE GOSTAR
Silhueta de pessoa jogando videogame À frente de TV

Os maiores tokens de jogos lançados em 2024 – até agora

O Notcoin aparece na lista dos maiores tokens de jogos deste ano, ao lado de Pixels, Portal, Saga e muito mais
Estátua da justiça e martelo de juiz à frente de bandeira do Canadá

Canadá multa Binance em R$ 22,5 milhões por violar as leis de combate à lavagem de dinheiro 

Agência do governo menciona falta de registro e ausência de relatório de transações enquanto corretora operou no país
Imagem da matéria: As criptomoedas estão se tornando políticas – e a Consensys quer ficar fora disso

As criptomoedas estão se tornando políticas – e a Consensys quer ficar fora disso

Enquanto outras empresas gastam milhões em candidatos pró-cripto, Joe Lubin diz ao Decrypt que a Consensys resistiu ao impulso
Imagem da matéria: Fundador do Telegram diz que manterá seus tokens do Notcoin até multiplicarem por 100

Fundador do Telegram diz que manterá seus tokens do Notcoin até multiplicarem por 100

Pavel Durov detém 1% do maior token de jogo deste ano, doado pelos jogadores. E ele não está vendendo seus Notcoin – não agora, pelo menos