Bandeira da ITália com moeda de bitcoin à frente
Shutterstock

A Itália parece destinada a se tornar o mais recente país europeu a lucrar com as empresas de criptoativos que se mudam para a região, com a criação de um plano para tributar as negociações digitais.

Em uma proposta incluída nesta quinta-feira (1) no orçamento do país para 2023, seria criado um imposto de 26% sobre ganhos de capital maiores que 2 mil euros com trading de criptoativos.

Publicidade

Anteriormente, regime tributário da Itália, as criptomoedas eram tratadas da mesma forma que uma moeda estrangeira.

Portugal já anunciou uma taxa semelhante de 28% sobre os lucros obtidos com a venda de ativos digitais que são mantidos por menos de um ano, embora os criptoativos que forem mantidos a longo prazo podem ter isenção de impostos.

Parte dos planos do governo italiano permite que os investidores de criptomoedas declarassem suas participações em 1 de janeiro de 2022 e obtivessem uma taxa mais baixa, de 14%.

Expansão europeia

A nova taxa pode ser criada depois que várias empresas globais de criptomoedas priorizaram a expansão para a Europa este ano.

A Bitpanda recentemente conseguiu uma licença de operação na Alemanha, acrescentando a Itália à sua lista de locais onde está registrada. Enquanto isso, a Binance se registrou como fornecedora de ativos digitais na França, Itália, e Espanha. 

Publicidade

No mês passado, a Gemini, acrescentou cinco países à sua presença europeia, anunciando ontem que também tinha garantido uma aprovação regulamentar na Itália e na Grécia.

Impostos cripto em todo o mundo

Diferentes jurisdições propuseram uma variedade de formas de tributar as criptomoedas e os NFTs, uma vez que equilibram o desejo de promover a inovação com a prevenção de investidores de evadir as autoridades fiscais.

No início de 2022, as autoridades fiscais britânicas apreenderam NFTs pela primeira vez como parte de uma investigação sobre fraude fiscal e disse que serviu como um aviso para quem “pensa que pode usar criptoativos para esconder dinheiro do HMRC [Receita e Alfândega de Sua Majestade].”

Mais recentemente, a Costa Rica propôs a redução de quase todos os impostos sobre Bitcoin em um esforço para atrair investidores estrangeiros e empresas de tecnologia.

Publicidade

Em outros lugares como a Índia, o imposto sobre todas as transações de cripto, que veio durante o verão, levou muitas empresas locais a deixarem o país. 

Nos EUA, as últimas orientações fiscais indicam que os contribuintes devem pagar imposto sobre ganhos de capital quando alienam qualquer ativo digital, com NFTs, criptomoedas e stablecoins, todos classificados na mesma categoria.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

Participe da comunidade de criptomoedas que mais cresce no Brasil. Clique aqui e venha conversar no Discord com os principais especialistas do país.

VOCÊ PODE GOSTAR
Cachorro Shiba Inu que inspitou Dogecoin

Kabosu, a cachorrinha que inspirou a Dogecoin, falece aos 18 anos

Kabosu sofria de doença crônica e já era muito idosa; segundo sua dona, a cachorrinha “faleceu silenciosamente”
Imagem da matéria: A aprovação do ETF de Ethereum é boa para o Bitcoin e a KangaMoon?

A aprovação do ETF de Ethereum é boa para o Bitcoin e a KangaMoon?

Pré-venda da KangaMoon obteve um interesse significativo, com mais de 32.000 usuários inscritos, e arrecadou $7,2 milhões
Imagem da matéria: Drenador de carteiras de criptomoedas encerra negócio após roubar mais de US$ 85 milhões

Drenador de carteiras de criptomoedas encerra negócio após roubar mais de US$ 85 milhões

“Alcançamos nosso objetivo e agora, de acordo com o planejado, é hora de nos aposentarmos”, disseram os desenvolvedores do drenador de carteiras cripto
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin e Ethereum abrem em queda e BlackRock supera Grayscale em número de BTC sob custódia

Manhã Cripto: Bitcoin e Ethereum abrem em queda e BlackRock supera Grayscale em número de BTC sob custódia

ETF de Bitcoin da BlackRock agora detém mais BTC do que sua rival, a tradicional Grayscale Bitcoin Trust