Imagem da matéria: Investimento em bitcoin da Tesla já gerou lucro de US$ 1 bilhão
Foto: Shutterstock

A Tesla publicou seu relatório financeiro referente ao terceiro trimestre, tendo registrado um custo de prejuízo de US$ 51 milhões referente a seus investimentos em bitcoin (BTC) no trimestre passado.

Ao longo do ano, Elon Musk, o CEO da Tesla, tem sido um presente aliado das criptomoedas no Twitter. Às vezes, ele impulsiona a dogecoin (DOGE) e, no dia 8 de fevereiro, a Tesla anunciou que havia investido exatamente US$ 1,5 bilhão em bitcoin.

Publicidade

No mundo da contabilidade, um “custo de prejuízo” é um número que indica uma redução no valor recuperável de um ativo fixo. Reduções podem acontecer se o ativo for danificado (no caso de ativos preciosos físicos) ou por conta da volatilidade de ativos digitais como cripto, caso o preço despenque.

No entanto, a Tesla não pode dizer que foi “prejudicada” por sua alocação em bitcoin.

Quanto a Tesla tem em bitcoin?

De acordo com um relatório do primeiro trimestre enviado à Comissão de Valores Mobiliários e de Câmbio dos EUA (SEC), Tesla declarou que, em 31 de março, o valor de seus bitcoins totalizavam US$ 2,48 milhões.

Na época, o preço do bitcoin estava abaixo de US$ 59 mil, sugerindo que a Tesla possuía cerca de 42 mil BTC.

O documento indicava que o “valor contábil” (o preço original que foi pago) dos bitcoins da Tesla no fim do primeiro trimestre era de US$ 1,33 bilhão, indicando uma venda de US$ 170 milhões em bitcoin, considerando esse valor contábil.

Publicidade

Isso foi feito para “comprovar a liquidez do bitcoin como uma alternativa à alocação de dinheiro físico em um balanço patrimonial”, de acordo com um tuíte de Musk.

No entanto, esse é o mercado cripto, então os valores podem oscilar absurdamente entre um mês e outro.

No recente documento enviado à SEC, a Tesla revelou ter recebido um “impacto positivo”, ou lucro, de US$ 101 milhões pela venda de 10% de sua alocação no fim de março, ou seja, o valor monetário dos bitcoins vendidos na época era acima de US$ 270 milhões.

Então, se o “valor armazenado” dos bitcoins da Tesla após a venda for de US$ 1,33 bilhão e houver 42 BTC restantes, o preço originalmente pago por essas criptomoedas variou em aproximadamente US$ 31.620.

Em meio às novas altas desta semana, 1 BTC equivale a cerca de US$ 63,5 mil. Assim, a Tesla possui mais de US$ 2,67 bilhões em bitcoin, um aumento de mais de US$ 1 bilhão desde o primeiro trimestre.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização da Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Craig Wright posa para foto

Craig Wright mentiu “extensiva e repetidamente” sobre ser o criador do Bitcoin, diz juiz

“As tentativas do Dr. Wright de provar que ele era/é Satoshi Nakamoto representam um abuso muito sério do processo deste tribunal”, disse o juiz
o que é mineração de bitcoin

Dificuldade de mineração de Bitcoin está despencando, mas por quê?

A redução no preço do Bitcoin, combinada com a diminuição das recompensas de mineração, resulta em menos mineradores e em uma rede menos robusta — pelo menos por enquanto
Imagem da matéria: O poder dos RWA: executivo explica por que faz sentido tokenizar ativos do mundo real

O poder dos RWA: executivo explica por que faz sentido tokenizar ativos do mundo real

Fabrício Tota, diretor do MB, discutiu no Ethereum Rio como empresas podem tirar o máximo proveito da tecnologia blockchain através da tokenização
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin abre semana em alta de 2,8%; Grandes investidores do Japão e EUA ganham exposição ao BTC

Manhã Cripto: Bitcoin abre semana em alta de 2,8%; Grandes investidores do Japão e EUA ganham exposição ao BTC

Wells Fargo dos EUA e a Metaplanet do Japão anunciaram novos investimentos no Bitcoin