Desenho de uma caixa sustentada por paraquedas
Foto: Shutterstock

A equipe do projeto Terra reconheceu nesta terça-feira (31) que a distribuição (airdrop) dos novos tokens LUNA, que estreou oficialmente no mercado no sábado (28), ocorreu de forma desigual, após reclamação de vários usuários que alegaram ter recebido menos tokens do que o esperado.

O airdrop da nova versão da criptomoeda Luna foi planejado para compensar as perdas dos investidores do antigo token falido, agora rebatizado como Luna Classic (LUNC) e da extinta stablecoin TerraUSD (UST).

Publicidade

“Estamos cientes de que no airdrop alguns receberam menos $LUNA do que o esperado e estamos trabalhando ativamente em uma solução”, escreveu a equipe em um post no Twitter na noite de segunda-feira (30), ressaltando que forneceria mais detalhes após investigar dados sobre o ocorrido.

De acordo com alguns usuários, os tokens recebidos não correspondem à compensação prometida pela equipe. O usuário Ameej, por exemplo, disse: “Eu tinha 19k de Luna [Classic] e só consegui 0,08 luna [2.0]. Não sei como isso pode me ajudar em alguma coisa”. “Estou com 1 milhão e 500 de lunc e só recebi 6 lunas, não é justo”, reclamou outro.

Com uma tabela ‘em mãos’, Colin Talks Crypto, detalhou melhor o que teria ocorrido com o airdrop de LUNC.

“Parece que eu e meu amigo recebemos muito menos $ LUNA 2.0 do que deveríamos, de acordo com a tabela abaixo. Um endereço parece ter recebido apenas ~ 11% do que deveria ter recebido”, disse, ao pedir ajuda à equipe do Terra.

Um usuário também usou da calculadora para relatar suas perdas no investimento na criptomoeda.

“Recebeu menos luna? Eu gastei 1400 euros em luna antiga e ganhei 6,8 unidades da nova. Valem 30 dólares. É assim que vocês tratam as pessoas. Grande esforço teu, Terra”, postou Tomek Brzezowski.

Publicidade
https://twitter.com/Brzezowsk1Tomek/status/1531513326651457536

Cálculo do airdrop

O cálculo da distribuição dos novos tokens LUNA, que pode ser considerado um tanto complexo para os mais leigos, foi publicado pela empresa no Medium no último dia 27 — Clique aqui para acessar.

Porém, um cálculo mais simples pode servir de exemplo, como o do airdrop feito pela Binance a seus usuários de staking.

O sistema da Binance usou a seguinte proporção: pre-attack 1 aUST = 1,2442 UST (antigo), e a taxa de lançamento aéreo definida pela equipe do Terra é tal que 1 aUST = 0,01827712143 LUNA (novo).

“A partir disso, podemos calcular e derivar que 1 UST (antigo) = 0,01468985 LUNA (novo). 1 LUNA (antigo) = 1,034735071 LUNA (novo)”, detalhou a corretora nesta manhã de terça-feira.

Publicidade

Por sua vez, até o fechamento do texto, a equipe do Terra não publicou mais nada sobre as falhas no evento.

Nova criptomoeda

Em 25 de maio, o Terra anunciou que lançaria uma nova versão do blockchain Terra apoiada por uma nova moeda, Luna 2.0, agora reconhecida como LUNA. O processo começou então por meio de votação da comunidade majoritária e a iniciativa foi aprovada, mas sem a criação de uma nova stablecoin.

A LUNA 2.0 estreou oficialmente no mercado no sábado (28) já com o apoio de grandes corretoras, como Binance, Crypto.com, FTX, Kraken, KuCoin e Bitfinex. No Brasil, as corretoras nacionais Nox Bitcoin e BitPreço também oferecem suporte à moeda.

O airdrop de Luna começou a ocorrer nas plataformas assim que nova versão da moeda entrou no ar. Dois snapshots — registros das carteiras e seus montantes em um determinado tempo — foram feitos para determinar os beneficiados pela distribuição, bem como as quantias que tinham direito de receber.

O primeiro snapshot “pre-attack” foi feito no bloco 7.544.914 do dia 7 de maio — antes do colapso da Luna — e o segundo, “post-attack”, foi o bloco nº 1, na blockchain nova (agora classificada como “Mainnet”), atingido no dia 28 de maio, às 3h (horário de Brasília) e demarca o lançamento da nova blockchain.

Publicidade
VOCÊ PODE GOSTAR
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

ETFs de Bitcoin voltam a ter entradas líquidas com fluxo de US$ 101 milhões

ETFs de Bitcoin tiveram dois dias de saídas e voltaram a ter fluxo positivo com uma retomada do ânimo do mercado após dados de inflação nos EUA
Imagem da matéria: Tether lança outra stablecoin atrelada ao dólar, só que com lastro em ouro

Tether lança outra stablecoin atrelada ao dólar, só que com lastro em ouro

O recém-nascido token “Alloy” (aUSDT) será apoiado por reservas de ouro sobrecolateralizadas, em vez de títulos do Tesouro dos EUA
Imagem da matéria: Memecoins da TON sobem apesar de fraqueza do mercado cripto

Memecoins da TON sobem apesar de fraqueza do mercado cripto

Memecoins criadas na TON, como The Resistance Cat, tiveram alta de até 50% no domingo, recuperando parte das perdas recentes
Mãos humanas e robótica tocam as pontas dos dedos

Novo modelo de Inteligência Artificial do Alibaba que desafia Meta e OpenAI

O mais recente modelo de Inteligência Artificial de código aberto supera o LLama3 da Meta, posicionando-se como um forte concorrente na corrida da IA