mescla de dólares e moedas de bitcoin sobre a mesa
Shutterstock

Os investidores institucionais pararam de apostar contra o Bitcoin (BTC), de acordo com o novo relatório da CoinShares, divulgado nesta segunda-feira (7).

De acordo com o chefe de pesquisa da empresa, James Butterfill, as apostas em produtos short (ou de operação vendida) de Bitcoin (BTC) cessaram pela primeira vez em quatorze semanas, sugerindo que grandes fundos de ativos digitais estão apostando em uma nova abordagem da principal criptomoeda.

Publicidade

Os produtos short (também chamados de operação a descoberto) permitem que os investidores lucrem com um ativo, seja uma ação ou criptomoeda, quando ela cai de preço, mas geram prejuízo quando ela sobe de preço.

Os produtos listados no relatório da Coinshare incluem Grayscale Investments, notadamente seu principal fundo GBTC, 10 Crypto Index Fund da Bitwise, ProShares ETF (BITO), entre vários outros.

A venda a descoberto geralmente envolve um investidor que toma emprestado o ativo – neste caso, Bitcoin – depois o vende no mercado aberto, compra-o de volta a um preço mais baixo e paga o empréstimo.

Venda de posições

Embora o relatório de hoje indique que os investidores institucionais podem estar abandonando essas posições por enquanto, eles estão ocupados vendendo. Nos vários fundos relacionados ao Bitcoin, os investidores venderam mais de US$ 111 milhões na semana passada.

Publicidade

Butterfill escreve que esta é a maior saída semanal desde que os reguladores dos EUA começaram seu escrutínio regulatório mais pesado sobre no setor.

As instituições estão fazendo uma pausa enquanto o setor navega em vários processos contra a Coinbase e a Binance, juntamente com a rotulagem imposta a vários tokens como valores mobiliários não registrados.

As autoridades também fecharam alguns dos bancos associados ao setor de ativos digitais, vários em circunstâncias bastante obscuras.

Depois do Bitcoin, a vez das altcoins

Por outro lado, no entanto, uma série de altcoins parecem estar se beneficiando da pressão de venda em Bitcoin e Ethereum, embora este último esteja sendo vendido em menor grau.

Solana viu um aumento notável em compra por instituições na Europa e nos Estados Unidos, registrando sua semana mais otimista desde março de 2022, com impressionantes entradas de US$ 9,5 milhões.

Publicidade

Ripple (XRP) e Litecoin (LTC) também tiveram semanas verdes, embora ambos tenham recebido menos de US$ 1 milhão em interesse institucional.

A maior parte das vendas da semana passada, de acordo com a CoinShares, foi feita por fundos canadenses e alemães, com saídas de mais de US$ 70 milhões e US$ 28 milhões, respectivamente.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Logan Paul processa Coffeezilla por difamação relacionada às alegações sobre o jogo CryptoZoo

Logan Paul processa Coffeezilla por difamação relacionada às alegações sobre o jogo CryptoZoo

O influenciador afirma que Coffeezilla ocultou intencionalmente informações exoneradoras sobre o seu envolvimento no jogo cripto
Dedo indicador apoia bolo de dinheiro em forma digital

LIFT Lab do BC retorna com edição focada em blockchain, tokenização e cripto

Desde 2018, projetos que chegaram na fase de aceleração do LIFT Lab receberam R$ 400 milhões da iniciativa privada para serem desenvolvidos
Pessoa segura smartphone com logo BUSD com as mãos apoiado em uma mesa

SEC encerra investigação sobre stablecoin da Binance sem ações de penalidade

A SEC alegou que a stablecoin BUSD era um valor mobiliário em um processo movido contra a Binance no ano passado
Imagem da matéria: Jovem executiva usa tokenização para financiar MBA de R$ 570 mil na França

Jovem executiva usa tokenização para financiar MBA de R$ 570 mil na França

Yasmin Hund conseguiu toda a verba necessária para passar um ano na França fazendo MBA, tudo graças à tecnologia blockchain