Imagem da matéria: Investidora “popstar” vendeu US$ 245 milhões em ações da Coinbase e Grayscale Bitcoin Trust em 30 dias

A ARK Invest, empresa de gestão de ativos da investidora “popstar” Cathie Wood, vendeu cerca de US$ 181 milhões em ações da Coinbase (COIN) e US$ 64 milhões em ações do Grayscale Bitcoin Trust (GBTC) desde 21 de novembro, de acordo com divulgações de suas negociações de ETF.

Uma coisa é ver frequentemente a empresa obtendo lucros com suas participações em COIN e GBTC no mês passado, mas outra bem diferente é quando tudo chega a quase US$ 245 milhões. Os totais foram calculados pelo Decrypt usando o preço de fechamento de cada ação nos dias em que a ARK relatou o que comprou e vendeu para reequilibrar suas participações.

Publicidade

Cathie Woods é CEO da ARK Invest, uma empresa financeira favorável ao Bitcoin e criptomoedas com US$ 6,7 bilhões em ativos sob gestão. Na verdade, eles publicam um relatório mensal sobre o Bitcoin. A empresa tende a manter suas participações na Coinbase e no Grayscale Bitcoin Trust em três de seus ETFs: o ETF ARK Fintech Innovation (ARKF), o ETF Ark Innovation (ARKK) e o ETF ARK Next Generation Internet (ARKW).

E Wood nunca perde a chance de elogiar o Bitcoin: “Só queria mostrar onde está o Bitcoin – tem sido o ativo com melhor desempenho este ano”, disse ela durante um vídeo recente no canal da empresa no YouTube. Desde o início do ano, o Bitcoin subiu 161%.

Essa é parte da razão pela qual não houve melhor momento para vender GBTC ou COIN este ano – e não apenas para ARK. As ações do Grayscale Bitcoin Trust, agora negociadas por US$ 36,04 atualmente, começaram o ano sendo negociadas por US$ 8,20. E as ações da Coinbase, que eram negociadas a US$ 167,86 na tarde de quarta-feira (20), começaram o ano cotadas a US$ 33,60.

A maior e mais antiga criptomoeda do mundo subiu 14% no mês passado e até conseguiu ultrapassar os US$ 44 mil em determinado momento. E essa recuperação se deve em grande parte à crescente expectativa de que um ETF de Bitcoin à vista seja aprovado já em janeiro.

Publicidade

Isso significa que mesmo que a ARK tenha se desfeito de muitas ações, as que ainda possui valem muito mais do que costumavam. Por exemplo: a Coinbase subiu 52% nos últimos 30 dias. Se a ARK tivesse vendido seus 1,3 milhão de COIN de uma só vez há um mês, teria arrecadado US$ 134 milhões, 30% menos do que os US$ 181 milhões que arrecadou com vendas recentes.

É exatamente assim que tudo isso deveria funcionar: os gestores de fundos da Ark compram quando os preços caem e depois vendem durante uma alta. Quanto maior for a diferença entre a base de custo (preço de compra) e o preço das ações no momento da venda, melhores serão os retornos para os investidores que compraram cotas dos fundos da ARK.

E se ARK e 21Shares conseguirem o que querem, em breve irão adicionar um ETF Bitcoin spot às suas ofertas. Embora não tenha recebido a mesma atenção que a BlackRock, elas estão na disputa para registrar um ETF de Bitcoin. A empresa apresentou pela última vez uma atualização de seu S-1 à SEC na segunda-feira e deve receber uma resposta da SEC em janeiro, assim como o restante dos concorrentes.

*Traduzido com autorização do Decrypt.

You May Also Like
Imagem da matéria: Citi faz parceria com Avalanche para piloto de tokenização de fundos

Citi faz parceria com Avalanche para piloto de tokenização de fundos

O teste tecnológico fará com que o gigante financeiro Citi se torne o segundo grande banco a trabalhar com a Avalanche
Ilustração de pessoas levantando as mãos para uma chuva de tokens - Imagem gerada por IA pelo site Decrypt

Starknet anuncia airdrop para 1,3 milhão de carteiras Ethereum

A grande alocação de tokens da Starknet (STRK), marcada para 20 de fevereiro, beneficiará os usuários do ecossistema Ethereum
Homem segura moeda de bitcoin em meio a gráfico de alta

Euforia com ETF de Bitcoin pode levar preço para máxima histórica, diz gestora

Em relatório, os analistas da Bernstein apresentam um argumento otimista para que o preço do Bitcoin atinja novas máximas ainda este ano
Imagem da matéria: Por que o jogo cripto Pixels abandonou a Polygon antes de lançar seu token na Ethereum

Por que o jogo cripto Pixels abandonou a Polygon antes de lançar seu token na Ethereum

Fundador Luke Barwikowski do jogo explica por que a Pixels migrou da Polygon para a Ronin antes do lançamento do grande token PIXEL