Imagem da matéria: Investidor processa 3xbit após ter R$ 300 mil transferidos de sua conta para NegocieCoins
Foto: Shutterstock

Um caso de aporte de R$ 300 mil feito por um investidor na 3xbit foi parar na Justiça após o dinheiro ser transferido para uma conta na plataforma NegocieCoins, empresa do Grupo Bitcoin Banco (GBB). A juíza da 12ª Vara Cível de Santos, porém, negou o pedido liminar do investidor para que fossem bloqueadas as contas da 3xbit.

O cliente entrou com uma ação judicial pedindo que o contrato com a 3xbit fosse rescindido, além de ter a restituição de valores referentes a dinheiro investido na empresa. A questão, no entanto, é bastante confusa. Sequer esse investidor foi informado pela empresa sobre sua conta de acesso no site da 3xbit.

Publicidade

Sem login, senha e acesso a sua conta, era como se ele não existisse. Acompanhar o que tinha de fundos na conta, então, era impossível. Ao entrar em contato com a empresa, conforme consta no processo, esse investidor “foi informado pelo sócio diretor da 3xbit que o seu aporte no valor de R$ 300 mil foi transferido para a plataforma da empresa NegocieCoins”.

3xbit e a transferência suspeita 

De acordo com o documento ao qual o Portal do Bitcoin teve acesso, não há como precisar se o sócio em questão era Saint Clair Izidoro ou Octávio de Paula. A questão, porém, é que apesar de a plataforma 3xbit ter transferido esse montante à NegocieCoins, o investidor sustentou que “jamais anuiu com qualquer contratação junto à empresa NegocieCoins.”  

O investidor teria dado o seu aceite para um dos réus desse processo, Gabriel Candido Belloni, “assessorá-lo e intermediar o negócio junto à plataforma da requerida 3xbit”. Ele ainda demonstrou que o depósito foi feito diretamente à empresa de criptomoedas.

Belloni, que foi citado pelo investidor, era sócio administrador da empresa Captal Serviços Digitais S/A, a qual também consta na ação como ré. Essa Sociedade Anônima de capital fechado, no entanto, está ativa há pouco tempo, desde julho de 2019.

Publicidade

Apesar de atualmente Gabriel Belloni não constar mais no quadro societário junto à Receita Federal, seu e-mail pessoal figura como endereço eletrônico da empresa.

Pedido negado

O investidor, que processou a 3xbit, Gabriel Belloni e a Captal Serviços Digitais, ainda chegou a reaver parte do valor investido. Não se sabe, porém, o quanto esse cliente conseguiu ter de volta.

O que se tem de informação é que o valor da ação é de R$ 204.287,10. Não há como afirmar que esse seria o valor restante que ainda estaria preso, pois parte dele pode ser referente a um provável pedido de indenização por danos morais.

O investidor disse no processo “ter sido vítima de golpe orquestrado pelos requeridos, razão pela qual pretende, em caráter de urgência, medidas de arresto”.

Publicidade

O fato, no entanto, é que a juíza Glauce Helena Raphael Vicente Rodrigues negou o pedido de tutela de urgência para bloqueio das contas da 3xbit. Ela entendeu que a liminar não se sustentava e que seria necessário ouvir a outra parte sobre o complicado caso.

“Os elementos de convicção apresentados na inicial, em análise sumária, não conferem sustentação à pretensão do autor, seja no tocante ao perecimento do direito reclamado, seja quanto às suspeitas de que tenham as requeridas cometido algum tipo de fraude ou golpe. Na verdade, as questões suscitadas dependem de melhor dilação probatória, com observância de contraditório e possibilidade de ampla defesa”.

Resposta da 3xbit

A reportagem entrou em contato com Saint Clair, CEO da 3xbit, para comentar sobre o assunto. Ele, no entanto, se limitou a afirmar que iria ver sobre o que se trata o caso na Justiça.

Ao ser questionado sobre a relação da 3xbit com a Captal, mencionou que é “a mesma que a plataforma tinha com a G2 Consultoria Investimentos“. A Captal era uma das intermediárias nas negociações entre a empresa de criptomoedas e investidores.


Compre Bitcoin na Coinext 

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
moeda de bitcoin dentro de armadilha selvagem

CVM faz pegadinha e descobre que metade das pessoas cairia em golpe com criptomoedas

Junto com a Anbima, a entidade criou um site de uma empresa fictícia que simulava a oferta de investimentos com lucros altos irreais
Ilustração mostra mapa do Brasil com pontos ligados em blockchain

Banco Central, UFRJ, Polkadot e Ripple se unem para aprofundar pesquisas sobre interoperabilidade entre blockchains e DREX

A Federação Nacional de Associações dos Servidores do Banco Central (Fenasbac) antecipa…
Antônio Ais posa para foto ao lado de carro

Criador da Braiscompany, Antônio Neto Ais é solto na Argentina

O benefício de prisão domiciliar valerá até que o processo de extradição para Brasil seja resolvido
miniatura de homem sob pulpito e moeda gigante de bitcoin ao lado

Brasileiros não podem usar criptomoedas para fazer doações nas eleições municipais

A Procuradoria-Geral da República explicou as regras de doações para as eleições municipais de 2024