Imagem da matéria: Intel revela imagens do seu primeiro chip de mineração de bitcoin
Foto: Shutterstock

A Intel finalmente divulgou imagens da sua primeira máquina de mineração de bitcoin e seu chip de primeira geração  “Bonanza Mine” (BMZ1),  durante a conferência ISSCC 2022.

As imagens, compartilhadas pelo site Tom’s Hardware, mostram que a nova ASIC da empresa, máquina projetada para realizar tarefas específicas – neste caso, minerar bitcoin – terá 3.600 watts e será composta por 300 chips BMZ1.

Publicidade

A empresa promete que seu novo chip BMZ1 entregará um desempenho mil vezes melhor na mineração, por watt de energia, do que uma GPU. A estimativa é que essas máquinas ofereçam um desempenho de até 40 THash/s.

Com a promessa de entregar um desempenho de alto nível, as principais indústrias do setor já estão formando fila para adquirir as máquinas da Intel. Entre as empresas que já negociam com a Intel está BLOCK de Jack Dorsey, o fundador do Twitter, Argo Blockchain e GRIID Infrastructure.

Além de publicar imagens dos seus novos produtos focados na mineração do bitcoin, a Intel revelou que já prepara a segunda geração do chip Bonanza Mine, o BMZ2, para concorrer de frente com os produtos da Bitmain e MicroBT.

A Intel não compartilhou mais detalhes dos chips e sistemas de segunda geração, mas afirmou que serão derivados das ASICs BMZ1.

Publicidade

Os detalhes da Bonanza Mine (BMZ1) 

As imagens divulgadas pela site Tom’s Hardware mostram que cada chip BMZ1 mede 4,14 x 3,42 mm, um tamanho reduzido que melhora o rendimento da máquina e ajuda a maximizar sua capacidade de produção.

Ao todo serão 300 chips BMZ1 alimentando o sistema da ASIC, espalhados em 4 placas de hash com 75 chips cada uma. Cada máquina contará com 258 mecanismos de mineração que calculam de forma paralela hashes duplos SHA256.

Imagens da ASIC Bonanza Mine
Imagens da ASIC Bonanza Mine
Imagens da ASIC Bonanza Mine (Fonte: Intel/Tom’s Hardware)

Cada chip opera de 1,35 a 1,6 GHz a 75C, consumindo uma média de 7,5W cada. Levando em conta que serão 300 chips no sistema, a máquina oferecerá até 40TH/s, consumindo 3600W de energia. 

Esses detalhes operacionais ainda deixam os chips da Intel atrás de outros produtos do mercado. O Antmienr S19j Pro da Bitmain, por exemplo, entrega 104 THash/s a 3.068W. O seu modelo mais novo, o S19j XP, faz 140 THash/s a 3010W. 

Publicidade

Por essa razão, a Intel afirma que já está trabalhando na segunda geração dos chips Bonanza Mine para entregar um desempenho superior que promete a colocar no mesmo patamar das empresas líderes do mercado.  

Além disso, a Intel também quer se tornar fornecedora dos chips para que empresas da área desenvolvam suas próprias máquinas com sistemas personalizados. Segundo Tom’s Hardware, entre os interessados por esses materiais está BLOCK, do Jack Dorsey, que no passado disse querer criar um “sistema de mineração de bitcoin baseado em silício personalizado e código aberto para indivíduos e empresas em todo o mundo”. 

VOCÊ PODE GOSTAR
Nathalia Arcuri falando em evento

Mercado Bitcoin e Nathalia Arcuri firmam parceria de conteúdo via blockchain

Mercado Bitcoin e Nathalia Arcuri firmam parceria via blockchain e promovem educação financeira de criptoeconomia gratuita
Imagem da matéria: '101 Perguntas sobre Bitcoin': Editora Portal do Bitcoin lança livro sobre a criptomoeda mais famosa do mundo

‘101 Perguntas sobre Bitcoin’: Editora Portal do Bitcoin lança livro sobre a criptomoeda mais famosa do mundo

A obra discorre os princípios técnicos da moeda até suas implicações socioeconômicas no contexto atual, de modo a proporcionar um entendimento profundo ao público geral
miniaturas de pessoas minerando bitcoin em meio a pedras e folhagens

Renda de mineradores de Bitcoin cai para menor nível após o halving

A receita dos mineradores de Bitcoin caiu mais que a metade na virada de abril para maio
moeda de Bitcoin ao lado de letreiro com ETF

Estado dos EUA investe R$ 510 milhões em ETF de Bitcoin da BlackRock

O investimento foi confirmado hoje pelo Conselho de Investimentos do Estado de Wisconsin (SWIB)