Armadilha bitcoin
Shutterstock

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos, o DOJ, indiciou por fraude um homem no estado de Utah por enganar investidores ao apresentar uma falsa “super máquina” de mineração de criptomoedas. O caso foi noticiado pelo portal da emissora local KSL, afiliada da rede NBC.

Segundo a reportagem, James Wolfgramm, de 43 anos, coletou US$ 1,7 milhão de dois pessoas ao apresentar uma máquina de mineração nomeada “Bitex Blockbuster”. Porém, os investigadores afirmam que esse aparelho simplesmente nunca existiu.

Publicidade

Os investigadores afirmam que Wolfgramm mostrou aos investidores uma máquina que supostamente mostrava a mineração ocorrendo em tempo real. “Na verdade, a máquina era falsa; o monitor do aparelho mostrava em loop uma gravação que dava a impressão errada que a mineração estava ocorrendo”, afirma o DOJ em comunicado, reproduzido pela reportagem.

Golpe por meio de complexo esportivo

Essa não é a única acusação que Wolfgramm responde. Segundo a reportagem, ele também criou uma empresa chamada Ohana Capital Financial e captou milhões de dólares, prometendo fazer a gestão de um fundo de investimento.

Mas a companhia não apenas não tinha licença para atuar como instituição financeira, como o DOJ afirma que o dinheiro captado foi usado para gastos que não tinham nenhuma relação com investimentos.

Além disso, o réu ainda se envolveu em um caso ainda mais inusitado. Ele comprou por US$ 15 milhões um complexo esportivo na cidade de Draper, em Utah. Com isso, passou a ganhar dinheiro com o aluguel do espaço e bilheteria dos eventos marcados para o local.

Publicidade

A questão é que a primeira parcela foi paga com um cheque de US$ 1 milhão que não tinha fundos. Por fim, a conta que ele usava para pagar os US$ 255 mil devidos de impostos também não tinha fundos.

Wolfgramm responde agora na Justiça americana por cinco casos de fraude eletrônica e duas de lavagem de dinheiro.

Procurando uma corretora segura que não congele seus saques? No Mercado Bitcoin, você tem segurança e controle sobre seus ativos. Faça como nossos 3,8 milhões de clientes e abra já sua conta!

VOCÊ PODE GOSTAR
moeda de bitcoin dentro de armadilha selvagem

CVM faz pegadinha e descobre que metade das pessoas cairia em golpe com criptomoedas

Junto com a Anbima, a entidade criou um site de uma empresa fictícia que simulava a oferta de investimentos com lucros altos irreais
Ilustração de bandeira do Brasil dentro moeda de Bitcoin

Novo estudo do LAPIN apresenta melhores práticas para regulação de criptomoedas no Brasil

White paper feito pelo LAPIN com apoio da Ripple traz diversos pontos e dados para ajudar na regulação do setor de criptomoedas brasileiro
Celular com o logo da CVM e notebook aberto no site da Comissãod e Valores Mobiliários

CVM reconhece ativo de blockchain como token de pagamento

Dynasty Global AG recebeu na última semana a classificação do D¥N como um token de pagamento pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Ethereum (ETH) decola 20% com expectativa para aprovação de ETFs nos EUA

Manhã Cripto: Ethereum (ETH) decola 20% com expectativa para aprovação de ETFs nos EUA

A animação dos investidores fez aumentar em 219% o volume de negociação do Ethereum nas últimas 24 horas