Imagem da matéria: Homem que tentou comprar R$ 1 milhão em criptomoedas com notas falsas tem liberdade negada pela Justiça
O maço de notas falsas que os criminosos tentaram usar (Foto: Reprodução/TV Globo)

O Superior Tribunal de Justiça negou na terça-feira (3) pedido de liberdade via Habeas Corpus feito Antônio Vilela, um dos homens presos em agosto de 2022 por tentar comprar R$ 1 milhão em criptomoedas como nota falsas. A história original foi contada em reportagem do jornal O Dia publicada em 19 de agosto do ano passado.

Vilela e mais dois comparsas juntaram um bolo de notas de cem no qual apenas as primeiras eram verdadeiras. As demais tinham uma mensagem inscrita: “material sem valor comercial”. A tentativa de golpe foi feita junto a um corretor financeiro na Praia do Botafogo e o negócio seria fechado em um carro.

Publicidade

O agora réu do STJ já tinha sido baleado e preso em 2018 pela polícia de Minas Gerais. Na ocasião, tinha consigo a posse de R$ 14 milhões em notas falsas. Na ação no Rio de Janeiro, ele teve a parceria de mais dois causados, Fabiano Madeira e Fábio Lins Camello.

A defesa de Vilela afirma que ele seria réu primário e teria um filho de 11 anos que depende do trabalho dele para sustento. Por isso, pedia que a prisão preventiva fosse transformada em domiciliar.

Mas o STJ afirmou que o delito pelo qual está preso tem natureza grave e por isso é necessária a manutenção da prisão. A decisão foi monocrática pela ministra Maria Thereza Assis Moura.

  • Como será o mercado de criptomoedas em 2023? Clique aqui e descubra no relatório gratuito do time de Research do MB
VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: As criptomoedas estão se tornando políticas – e a Consensys quer ficar fora disso

As criptomoedas estão se tornando políticas – e a Consensys quer ficar fora disso

Enquanto outras empresas gastam milhões em candidatos pró-cripto, Joe Lubin diz ao Decrypt que a Consensys resistiu ao impulso
Pessoa olha para scanner da Worldcoin

Hong Kong bane Worldcoin por coleta de dados “desnecessária e excessiva”

A Worldcoin chegou a escanear o rosto e a íris de 8.302 indivíduos durante sua operação em Hong Kong, segundo autoridades
Imagem da matéria: Aprovação hoje dos ETFs de Ethereum é "provável", dizem fontes próximas à SEC

Aprovação hoje dos ETFs de Ethereum é “provável”, dizem fontes próximas à SEC

Fontes disseram à Fox Business que a SEC está se baseando em decisões judiciais recentes para dar o sinal verde aos ETFs de Ethereum
máquinas de mineração de criptomoedas apreenidas em

Polícia apreende 396 mineradoras de Bitcoin em casa de ex-deputado paraguaio

Miguel Cuevas, que já foi preso por enriquecimento ilícito, agora pode também ser investigado por furto de energia