Haven Protocol, evolução da Monero ou mais um golpe?



Haven Protocol (XHV) irá lançar primeira a stablecoin de privacidade, o xUSD, dia 20 de julho. Mas afinal, essa moeda que está no ranking 154 e possui uma capitalização de mercado de apenas 28 milhões de dólares, é séria?

A promessa é poder converter XHV na stablecoin pela própria wallet, através de um processo de burn (destruição) das moedas, pelo valor de mercado. De maneira inversa, ao converter de volta esses tokens seriam criados novos XHV.

Hora de comprar?

Antes de mais nada, deve-se tomar cuidado, pois a moeda deu um pump de 500% em três semanas, atingindo a máxima de 29.700 sats na Bittrex Internacional em 2 de julho. Nos últimos dois dias recuou quase 20% deste pico, seu maior nível desde o final de 2018.

O volume médio negociado subiu bastante, e atualmente está na casa dos 250.000 dólares diários. Lembrando que a Bittrex internacional foi segregada da principal alguns anos atrás, deixando de fora os clientes norte-americanos. 

De onde surgiu e como está o roadmap

Haven Protocol é um fork da moeda de privacidade Monero (XMR), e foi lançada em fevereiro de 2018. A ideia inicial era criar stablecoins através de smart contracts na rede, que pudessem ser enviados pra cold wallets, desta forma, ocultando saldos e movimentações dos endereços.

Em janeiro de 2019, com o atraso na entrega do roadmap, especulou-se que os devs haviam abandonado o projeto. No entanto, após a entrada de novos membros no início de 2019, que culminou com a saída de @havendev e @donjor, antigos mantenedores do projeto.

Por se tratar de um projeto que nunca ganhou tração, há pouquíssima informação elaborada de forma independente. Devemos lembrar que sua capitalização de mercado até mês passado era de míseros 6 milhões de dólares.



O que há de concreto no projeto?

Tudo que podemos afirmar no momento é que o blockchain existe, com um hashrate de 23 MH/segundo, atualmente no bloco 629.214. Há uma web wallet funcional disponível no próprio site do projeto: havenprotocol.org, além de versões para Mac, Windows e Linux. Para efeito de comparação, a Monero (XMR) possui um hashrate de 1500 MH/segundo.  

Em sua comunidade oficial na rede social Discord há 2.500 membros, enquanto o Twitter conta com 3.200 seguidores. 

Principais riscos

Há um grande perigo numa operação de tokens em cima de uma rede com tanta privacidade, onde é quase impossível validar o número de moedas em circulação. Tal tecnologia não foi testada, e não sabemos qual o efeito dessa destruição de moedas para converter por tokens.

Não é possível afirmar que o projeto é um scam ou golpe, mas certamente o nível de risco envolvido é altíssimo. Se for entrar nessa aí, tome cuidado!


Sobre o autor

Marcel Pechman atuou como trader por 18 anos nos bancos UBS, Deutsche e Safra. Desde maio de 2017, faz arbitragem e trading de criptomoedas.