Youtuber Piuzinho
Youtuber Piuzinho teve canal hackeado (Foto: arquivo pessoal)

O youtuber Ricardo “Piuzinho” Henrique – conhecido por fazer streamer do game Free Fire – anunciou na tarde desta quinta-feira (14) em seu Instagram que seu canal do YouTube, com cerca de 10,5 milhões de inscritos, foi hackeado.

“Acordei agora com um monte de amigo meu me ligando, e eu entendi o motivo. Infelizmente eu perdi meu canal, eu fui hackeado. Eu nem sei como isso aconteceu, mas isso vai me prejudicar demais. Eu estava postando vídeo todo dia, dedicado. Aí vem um cara e hackeia meu canal. Isso vai me destruir”, disse, visivelmente abalado, nos stories.

Publicidade

No lugar dos vídeos, o hacker publicou uma live de Vitalik Buterin, criador do Ethereum. Na descrição, publicou um link que direciona os usuários para um site que pede doações em criptomoedas.

“Acreditamos que a blockchain e a moeda ETH tornarão o mundo mais justo. Para acelerar o processo de adoção em massa de criptomoedas, decidimos oferecer 50.000 ETH Para participar você só precisa enviar de 5 ETH a 500 ETH para o endereço de contribuição e imediatamente enviaremos de volta 10 ETH a 1000 ETH (x2 de volta) para o endereço de onde você enviou”, diz o pedido.

Esse é um golpe bem comum no universo das criptomoedas. Diversos youtubers já foram hackeados com esse intuito. Em dezembro, por exemplo, o Canal El Nerd — com 10 milhões de inscritos — foi vítima de um hacking semelhante.

Também naquele mês, o canal do youtuber Zangado passou pelo mesmo problema. Ele só conseguiu recuperar o canal sete dias depois.

Publicidade

Pelo Twitter, uma conta formada pelo fãs desejou forças para o influencer.

Youtuber já foi hackeado no passado

Esta foi a segunda vez que Piuzinho foi hackeado. Em abril de 2020, enquanto jogava e fazia transmissão ao vivo, o influencer também perdeu seu canal. Na época, ele pediu para o criminoso virtual não apagar seus vídeos e disse que daria quanto dinheiro que fosse necessário.

“Vou te pedir uma coisa mano (hacker). Não apaga meu canal e não deleta meus vídeos, pelo amor de Deus. Eu te dou quanto dinheiro você quiser. Mano, eu sei que você ‘tá’ me vendo. Meu canal é minha história e minha vida. To te implorando. Pelo amor de Deus”, disse.

Dois dias após o hack, Piuzinho disse que conseguiu encontrar o hacker, que era um fã, e recuperar o canal. Ele falou que o criminoso virtual, que estava com problemas financeiros, só queria chamar a atenção dele de alguma forma. O youtuber disse que não quis denunciar o crime e relatou que enviou dinheiro para o hacker.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Minerador sortudo de Bitcoin resolve bloco sozinho e fatura R$ 1 milhão

Minerador sortudo de Bitcoin resolve bloco sozinho e fatura R$ 1 milhão

Minerador solo completou o bloco 843.231 do Bitcoin usando software da CKpool
Ilustração de uma lâmpada flamejando B de bitcoin

MB lança Fist, primeiro token de Renda Variável Digital no setor de energia elétrica

O investimento, disponível pela primeira vez para pessoa física, possui validade de 30 anos, com dividendos que variam de 0,9% a 1,2% ao mês
Moeda de Ethereum na frente de gráfico

Ethereum pode surpreender positivamente nos próximos meses, diz Coinbase

Subindo menos que outras criptomoedas em 2024, o Ethereum pode se recuperar e superar seus pares nos próximos meses, avalia a Coinbase
Imagem da matéria: Aprovação hoje dos ETFs de Ethereum é "provável", dizem fontes próximas à SEC

Aprovação hoje dos ETFs de Ethereum é “provável”, dizem fontes próximas à SEC

Fontes disseram à Fox Business que a SEC está se baseando em decisões judiciais recentes para dar o sinal verde aos ETFs de Ethereum