Celular com logotipo da BInance
Shutterstock

Surgiu nos últimos dias um anúncio de venda de acesso ao painel de solicitação de aplicação da lei da Binance, plataforma comumente utilizada por autoridades para validar informações junto à corretora, contendo dados de clientes e históricos de transações.

Um usuário do Breach Forums está oferecendo os dados de acesso por US$ 10 mil, aceitando apenas Bitcoin (BTC) ou Monero (XMR) como pagamento, de acordo com o CoinDesk. Apesar de não ser possível comprovar a veracidade das informações que estão sendo vendidas, o tal usuário possui uma reputação positiva de outras vendas já feitas no fórum.

Publicidade

A empresa de soluções contra cibercrimes Hudson Rock fez uma investigação para identificar como essa pessoa teria obtido acesso ao painel da Binance e descobriu que as informações estavam hospedadas na plataforma Kodex, que é usada por instituições financeiras e plataformas de rede social para validar solicitações de aplicação da lei.

A Hudson Rock conseguiu então identificar vários computadores de autoridades que foram recentemente infectados por hackers e que abriram brecha para o roubo de credenciais, como mostra a imagem abaixo.

Computadores que foram infectados por ataques hacker e os três que podem ter dado acesso ao painel da Binance (Fonte: Hudson Rock)

Diante disso, a Hudson aponta que os três acessos ao painel da Binance parecem pertencer a policiais que tiveram máquinas comprometidas no Gabinete de Investigação Criminal (CIB) de Taiwan, da Força Policial de Uganda (UPF) e do Grupo Anti-Cibercrime (ACG) da Polícia Nacional das Filipinas (PNP).

Os especialistas apontam que não há como garantir que o acesso foi obtido através desses roubos, mas é altamente provável que credenciais como essas tenham sido usadas para se infiltrar no portal de aplicação da lei.

Publicidade

“A venda ilícita relatada de acesso ao Portal de Solicitação de Aplicação da Lei não representa uma violação do sistema da Binance. Em vez disso, pode envolver contas comprometidas de aplicação da lei”, disse um porta-voz da empresa ao CoinDesk. “Com um processo de documentação completo e monitoramento constante de quaisquer contas comprometidas, continuamos comprometidos em proteger os dados de nossos usuários contra qualquer forma de acesso não autorizado.”

Riscos e cuidados com os dados vazados

Segundo o site InfoStealers, os perigos associados a esta violação vão além das ameaças cibernéticas convencionais e das preocupações com a privacidade dos dados. Eles citam uma série de problemas que podem surgir por conta do vazamento desses acessos.

O primeiro é a divulgação de endereços de carteira e registros de transações, o que pode comprometer o anonimato das operações com criptomoedas. “Isto pode levar a ataques direcionados ou golpes contra indivíduos com base em seus padrões de transação ou histórico financeiro”, diz.

Outra questão é que os dados pessoais expostos através desta violação podem facilitar o roubo de identidade, levando a tentativas de extorsão contra proprietários de criptomoedas, aproveitando suas informações sensíveis para fins maliciosos.

Publicidade

E por fim a possibilidade de perdas financeiras, já que o acesso a uma plataforma como o portal de aplicação da lei da Binance pode permitir que indivíduos não autorizados manipulem ou comprometam contas.

Para se defender disso, os especialistas sugerem que os investidores atualizem suas senhas regularmente e utilizem credenciais fortes e exclusivas; habilitem recursos de segurança aprimorados, como autenticação de dois fatores em todas as plataformas; e fiquem atentos para quaisquer sinais de atividades suspeitas em suas contas e plataformas.

You May Also Like
antonio neto e fabricia campos braiscompany 4

Braiscompany: Justiça condena sócios a até 88 anos de prisão por esquema de mais de R$ 1 bi

Além dos líderes da Braiscompany, Antônio Ais e Fabrícia Farias, mais oito pessoas foram condenadas por esquema de pirâmide financeira feito pela empresa
Tela de celular do Telegram

Jogo do Telegram, Notcoin tem 25 Milhões de jogadores e um token que em breve será real

“É basicamente um experimento sobre como distribuir moedas de maneira justa para uma enorme quantidade de pessoas”, afirma criador
Imagem da matéria: Saiba quais serão os próximos passos do Banco Central para regular o setor cripto

Saiba quais serão os próximos passos do Banco Central para regular o setor cripto

Banco Central deve realizar uma nova consulta em breve e a expectativa ainda é que a regulação final do setor cripto seja publicada em 2024
Celular mostra logotipo da memecoin BONK

Bonk, Pepe e Dogwifhat lideram novo rali das memecoins

Apesar da forte volatilidade, memecoins estão voltando a ganhar força e contaram até com um impulso inesperado do astro da NBA LeBron James