Imagem da matéria: Hacker cria memecoin com R$ 4,3 milhões roubados de corretora
Shutterstock

A criptomoeda LoveRCKT, que começou a circular no mercado nesta semana, foi criada por um hacker com fundos roubados durante um ataque feito contra a RocketSwap, uma exchange descentralizada (DEX) criada na Base, a nova rede de segunda camada da Coinbase.

Quem apontou a ligação foi a empresa de segurança blockchain PeckShield ao notar que a memecoin foi criada logo após o hack da RocketSwap, que deixou um prejuízo de 471 ETH (cerca de R$ 4,3 milhões) para os cofres do projeto recém-lançado.

Publicidade

Ao desviar essas criptomoedas, o invasor as transferiu da Base para a rede principal do Ethereum, onde prosseguiu para criar o contrato inteligente do token LoveRCKT. Ele então criou um pool de liquidez na plataforma da Uniswap, depositando 90 trilhões de tokens LoveRCKT recém-gerados e 400 ETH, derivados do hack.

Ao fornecer liquidez para a moeda, o criador facilita que traders a negociem com mais facilidade. No entanto, como é comum em memecoins fraudulentas, é possível que o criador logo remova a liquidez do ativo que ele mesmo criou, derrubando o preço do ativo e impossibilitando sua venda no mercado.

Segundo a PeckShield, o invasor já conseguiu obter um lucro de 20.3 wETH (R$ 185 mil) ao vender 2,5 trilhões de tokens LoveRCKT para investidores.

O hack da RocketSwap

RocketSwap foi o segundo projeto a ser hackeado na nova blockchain da Coinbase, pouco depois de um invasor roubar R$ 3,1 milhões de outra exchange descentralizada criada na Base, a LeetSwap.

Publicidade

No Twitter, a equipe da RocketSwap explicou que o hack foi possível porque o invasor executou um ataque de força bruta em um servidor de nuvem usado pelo projeto, que lhe permitiu descobrir as chaves privadas das carteiras que davam acesso aos fundos da RocketSwap.

“Lamentamos muito por sua perda”, disse o projeto aos investidores lesados.

A imprudência do projeto em não armazenar suas chaves privadas de forma mais segura levantou uma série de suspeitas da comunidade cripto, bem como críticas sobre a falta de controle da Coinbase em banir possíveis golpes que começam a se espalhar pela Base.

“Eles colocam as chaves privadas em um “servidor”… e o “servidor” foi “hackeado”… então as pessoas perderam seu dinheiro… e tudo aconteceu porque a Coinbase não está usando a capacidade que tem de parar os golpes em sua rede Base antes de começarem, porque querem que a Base pareça descentralizada”, tuitou o influencer e analista cripto Chirs Blec.

VOCÊ PODE GOSTAR
Ilustração da memcoin em Solana Bonk

Como criar uma memecoin em Solana com a Pump.fun

Protocolo viralizou ao permitir a qualquer pessoa criar uma criptomoeda por cerca de R$ 15
martelo de juiz com logo da binance no fundo

Governo dos EUA contrata empresa para monitorar a Binance

A Forensic Risk Alliance venceu a disputa contra a Sullivan & Cromwell, que atuou no caso FTX
criptomoedas caindo no fogo

Volume de negociação em corretoras de criptomoedas cai pela 1ª vez em 7 meses

Análise aponta que guerra no Oriente Médio e freio no fluxo dos ETF cripto dos Estados Unidos foram os motores para a queda
Imagem da matéria: Investidores aproveitam queda do Bitcoin para acumular ainda mais moedas

Investidores aproveitam queda do Bitcoin para acumular ainda mais moedas

As baleias de Bitcoin compraram avidamente a última queda; investidores de longo prazo agora aguardam a próxima alta para realizar lucros