Punhos presos por algemas
Shutterstock

A Polícia Civil de Alagoas prendeu um hacker acusado de fraudar o sistema digital de um site bancário e roubar R$ 316 mil. A prisão foi feita em flagrante no último sábado (18) no estacionamento de um shopping da capital Maceió por policiais da Seção de Crimes contra Instituições Financeiras, repartição da Diretoria de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (DRACCO).

Segundo o delegado Filipe Caldas, o homem havia cometido o mesmo crime 13 vezes em um período de cerca de três meses. O último desvio, de cerca de R$ 50 mil, ocorreu quando o banco percebeu a ação do criminoso e entrou em contato com o órgão repassando os detalhes, diz a publicação da Delegacia Geral de Polícia Civil.

Publicidade

Caldas então contatou os setores de inteligência bancária e prevenção de fraudes, solicitando o bloqueio dos valores subtraídos pelo criminoso, que possuía contas em ao menos oito instituições financeiras.

“Imediatamente, foi realizada uma ação conjunta com a empresa em que o autor trabalhava, obtendo filmagens que comprovaram a ação do hacker na plataforma virtual do banco, bem como a apreensão do computador utilizado nas fraudes, para fins periciais”, ressalta a publicação.

A polícia vai investigar se há outras pessoas envolvidas, já que o prejuízo nessa modalidade de crime informado pelo banco, cujo nome não foi revelado, supera a casa de R$ 2 milhões.

Preso, o hacker foi conduzido para a sede da DRACCO para realização dos procedimentos legais. Na audiência de custódia, a prisão em flagrante foi convertida para preventiva.

VOCÊ PODE GOSTAR
CEO do MB Reinlado Rabelo em evento da CVM na USP

“A Bolsa é sim lugar de startups”, diz CEO do Mercado Bitcoin em evento da CVM

Reinaldo Rabelo participou do evento do “Tecnologia e Democratização dos Mercados de Capitais no Brasil”
Pizza em uma mão moeda de bitcoin na outra

Bitcoin Pizza Day: Corretoras comemoram data histórica do Bitcoin com promoções; confira

Semana tem pizza grátis, cashback, joguinho e descontos em comemoração à primeira transação comercial com o Bitcoin realizada há 14 anos
Sob um banco de madeira três criptomoedas ao lado de um celular com logo do Nubank

Nubank libera envio e recebimento de criptomoedas de carteiras externas

Já estão disponíveis para essas transações Bitcoin, Ethereum e Solana; outras moedas e redes serão adicionadas em breve
Sunny Pires surfando

Surfista brasileiro recebe patrocínio em criptomoedas de comunidade web3

Sunny Pires, de 18 anos, embarca neste mês em expedição à Nicarágua com apoio da comunidade web3 Nouns