Imagem da matéria: Grupo Ripio volta para a ABCripto, associação de classe do setor de criptomoedas
Foto: Shutterstock

A Associação Brasileira de Criptoeconomia (ABCripto) divulgou nesta terça-feira (26) a chegada do Grupo Ripio como mais novo associado.

Fundada na Argentina, a Ripio já integrou os quadros da associação até março de 2021 e o retorno acontece em um novo contexto de amadurecimento do mercado brasileiro de criptomoedas.

Publicidade

“A Associação recebe com grande entusiasmo essa empresa parceira, que se junta a nós para a construção de um mercado saudável para empresas, reguladores e pessoas que atuam com iniciativas em blockchain ou criptoativos no Brasil. É uma união de forças para disseminar boas práticas e proteger os usuários e os patrimônio confiados às empresas do setor”, declarou Rodrigo Monteiro, diretor-executivo da ABCripto.

Henrique Teixeira, Country Manager do Grupo Ripio, afirma que a empresa entende que esse é o melhor momento para unir forças e contribuir com o fortalecimento do ecossistema.

“O ano passado foi extremamente importante para a companhia, marcado pela aquisição da BitcoinTrade e pela rodada de investimento série B. Com essas expansões, estamos ampliando a nossa presença no Brasil. Dessa forma, voltar à ABCripto é uma decisão estratégica, até para que possamos contribuir decisivamente para o fomento dessa indústria no Brasil, como já fazemos em outros mercados em que atuamos, de forma reconhecida por grandes instituições globais, como o Fórum Econômico Mundial (WEF)”, diz Teixeira.

Com o ingresso do Grupo Ripio, a ABCripto passa a contar com dez membros. São eles: Foxbit, Mercado Bitcoin, NovaDax, Bit Blue, Alter, Easy Cripto, Travalex Bank, Uniera e OWS Brasil.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Ex-diretor da FTX deve pegar até 7 anos de prisão, pedem promotores dos EUA

Ex-diretor da FTX deve pegar até 7 anos de prisão, pedem promotores dos EUA

Ryan Salame foi um dos executivos da FTX que coordenaram a doação de milhões para campanhas políticas usando dinheiro dos clientes
o que é mineração de bitcoin

Dificuldade de mineração de Bitcoin está despencando, mas por quê?

A redução no preço do Bitcoin, combinada com a diminuição das recompensas de mineração, resulta em menos mineradores e em uma rede menos robusta — pelo menos por enquanto
homem segura com duas mãos uma piramide de dinheiro

CVM julga hoje pirâmide Atlas Quantum; veja detalhes da acusação

Procuradoria da CVM acusa Atlas Quantum de operação fraudulenta no mercado de valores mobiliários e embaraço à fiscalização da CVM
Imagem da matéria: MB e Rappi se unem para celebrar data histórica para Bitcoin com entrega de pizzas a clientes da exchange

MB e Rappi se unem para celebrar data histórica para Bitcoin com entrega de pizzas a clientes da exchange

A plataforma de ativos digitais também promove campanha para recompensar trades realizados até 4 de junho