Imagem da matéria: “Por medo de me sentir otário, não me tornei bilionário com Bitcoin”, diz Ricardo Amorim
Ricardo Amorim no podcast Os Economistas (Foto: Reprodrução/YouTube)

O economista Ricardo Amorim relatou recentemente em um vídeo que por causa de seu medo de “se sentir otário”, não se tornou bilionário de Bitcoin (BTC). O vídeo que ele compartilhou em sua conta no X, antigo Twitter, é um recorte de sua participação no podcast Os Economistas há cinco meses.

Ele conta que em 2009 viu a oportunidade de investir na maior criptomoeda do mundo e chegou a separar US$ 100 para um aporte, mas desistiu com medo de se arrepender mais tarde. Na época, conta, “ele [o BTC] custava poucos centavos, mas desisti porque achei que era um golpe, que meu dinheiro iria sumir e que eu faria papel de trouxa”.

Publicidade

“Não, não vou colocar porque sabe o que vai acontecer? Eu vou colocar e aí quando eu perceber que é golpe vou me sentir um imbecil. Imagina agora como me senti de não ter colocado? Aquele 100… acho que valia não sei quantos milhões… Eu prefiro não ver o número certo que vai doer demais,” acrescentou. 

Ricardo Amorim, que é considerado um dos dos maiores influenciadores brasileiros do LinkedIn e possui mais de 1,5 milhão de seguidores no X, certamente não ficaria livre de críticas após seus comentários sobre o Bitcoin. 

“Qual a diferença entre perder dinheiro levando um golpe e perder dinheiro em um investimento que você fez com todo cuidado, mas resultou em perda total?”, escreveu o usuário @felipebsb2015.

A resposta, no entanto, não veio de Amorim, mas de outro economista, o carioca Bernardo Braga, que sugere que a história de Amorim não é verdadeira. “A diferença é que assim a história fictícia fica mais bonita”, escreveu.

Publicidade

Braga foi mais fundo ainda e ironizou, brincando que Satoshi Nakamoto, o criador do Bitcoin, teria, antes de tudo, em 2017, requisitado sua ajuda.

“Que conto bom esse aí, causando inveja em muito pescador”, criticou também @bitdov.

“Ricardo sabe que ninguém teria segurado isso do 0,01 até agora. E ninguém sabe se daqui a algum tempo não volta para 0”, escreveu o usuário @Rodrigobritosi5.

Para o desenvolvedor do Bitcoin, Narcélio Filho, Amorim teria se equivocado tanto com a data quanto com o suposto preço de US$ 0,01 do BTC na época. Seu comentário inclui uma crítica ao Bitcoin feita por Amorim no ano de 2017.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Herdeiro paga R$ 2,2 milhões em Bitcoin para resgatar vítima de sequestro em Petrópolis, mas é enganado

Herdeiro paga R$ 2,2 milhões em Bitcoin para resgatar vítima de sequestro em Petrópolis, mas é enganado

Ao todo, vítima gastou quase R$ 5 milhões nos pagamentos: além do envio de Bitcoin, foram 40 depósitos bancários
Cartão de crédito com moeda de bitcoin

Mastercard lança sistema para transações com criptomoedas em parceria com MB e outras corretoras

Sistema simplifica transações de criptomoedas ao permitir que os usuários enviem e recebam fundos usando pseudônimos
Imagem da matéria: Tether e Circle "imprimem" US$ 1,25 bilhão em stablecoins em um único dia

Tether e Circle “imprimem” US$ 1,25 bilhão em stablecoins em um único dia

Desde o início do ano já foram emitidos US$ 30 bilhões em stablecoins; aquecimento parece estar relacionado à expectativa pelos ETFs de Ethereum
Pessoa inserindo chip no celular

Justiça manda TIM pagar R$ 21 mil a cliente que teve celular clonado e perda de criptomoedas

A partir da clonagem do celular, os invasores tiveram acesso ao email e posteriormente a uma carteira cripto na Binance