notas de naira espalhadas
Shutterstock

A Nigéria intensificou seu escrutínio sobre a exchange global de criptomoedas, Binance, exigindo os nomes e o histórico de transações dos 100 principais usuários nigerianos, de acordo com um artigo de um portal de notícias.

Já faz três semanas que o governo nigeriano deteve dois dos executivos seniores da Binance. As ações do governo ressaltam sua intenção de estabilizar a naira, a moeda da Nigéria, que tem estado sob pressão significativa após as recentes desvalorizações.

Publicidade

De acordo com documentos analisados pelo Financial Times, o escritório do conselheiro de segurança nacional da Nigéria também está solicitando que a exchange resolva quaisquer obrigações fiscais pendentes.

O governo do presidente Bola Tinubu disse que o aumento das plataformas de criptomoeda, como a Binance, representou um desafio, oferecendo taxas de câmbio alternativas para a naira e alimentando a especulação.

Nadeem Anjarwalla e Tigran Gambaryan, figuras-chave nas operações da Binance na África, continuam detidos sem acusações em Abuja, capital da Nigéria. Sua detenção, considerada por alguns como uma tática para pressionar a Binance a cumprir a lei, aumentou as tensões diplomáticas com o Reino Unido e os Estados Unidos, países de origem dos executivos.

“Embora seja inapropriado para nós comentar sobre a substância das alegações neste momento, podemos dizer que estamos trabalhando em colaboração com as autoridades nigerianas para trazer Nadeem e Tigran de volta para suas famílias”, disse a Binance ao FT em um comunicado.

Publicidade

A situação destaca a complexa dinâmica em jogo enquanto a Nigéria enfrenta seus desafios econômicos, buscando regulamentar o setor de criptomoedas sem sufocar a inovação ou alienar os parceiros internacionais. Os críticos argumentam que, embora a regulamentação seja necessária, o foco na Binance pode não abordar os problemas econômicos mais amplos enfrentados pela Nigéria, sugerindo que é necessária uma abordagem mais diferenciada para garantir a estabilidade e o crescimento.

Um operador de criptomoedas, Ozioma Okechukwu, disse à agência de notícias local The PUNCH que o fato de a Binance ter retirado a naira de sua exchange o deixou preocupado com o que poderia acontecer em outras exchanges.

“Estou ciente de outras plataformas de negociação de criptomoedas que operam na Nigéria, mas muitos de nós estamos acostumados com a Binance”, disse ele. “Não importa como você olhe para isso, é um grande golpe para o mercado.”

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: STF autoriza extradição de belga preso no Brasil por operar pirâmide com criptomoedas

STF autoriza extradição de belga preso no Brasil por operar pirâmide com criptomoedas

De acordo com as investigações, a pirâmide criada pelo belga prejudicou milhares de investidores em diversos países europeus
Imagem da matéria: Reforma do Código Civil prevê inclusão de criptomoedas em herança digital

Reforma do Código Civil prevê inclusão de criptomoedas em herança digital

Mudanças do Código Civil incluem o reconhecimento da herança digital, que inclui criptomoedas, além de senhas de redes sociais e de milhas aéreas
Imagem da matéria: Correlação entre Bitcoin e Ether está prestes a passar por "cruz da morte"; entenda os efeitos

Correlação entre Bitcoin e Ether está prestes a passar por “cruz da morte”; entenda os efeitos

A “cruz da morte” poderá frear os avanços do Ethereum e demais altcoins
Imagem da matéria: Tokenização pode atingir mercado de US$ 19 trilhões, diz membro da Comissão Europeia

Tokenização pode atingir mercado de US$ 19 trilhões, diz membro da Comissão Europeia

Para Peter Kerstens, é inevitável que o mercado financeiro tradicional abrace a tokenização