Imagem da matéria: Governo da China aprofunda repressão à mineração de Bitcoin
Foto: Shutterstock

A província de Hebei, na China, que fica a 300 km Pequim, é a mais recente região a criar ações de repressão aos mineradores de criptomoedas, e já começou dentro de casa. A Comissão de Segurança de Rede e Tecnologia da Informação, liderada pelo Partido Comunista local, deu até o dia 30 deste mês para que todos os departamentos do governo verifiquem seus sistemas e encerre qualquer vinculo com a atividade “ilegal” de mineração.

Conforme anúncio da Comissão de Segurança de Rede e Tecnologia da Informação em sua conta “A mineração de criptomoedas consome uma quantidade enorme de energia, o que vai de encontro com as metas da China na neutralização de carbono”, diz um comunicado no WeChat, segundo uma publicação da Reuters nesta terça (14).

Publicidade

A entidade acrescentou também que a atividade traz enormes riscos financeiros e que o próximo passo será colher informações e denúncias do público em geral. E afirmou que a partir de outubro vai tanto começar a monitorar regularmente o setor quanto punir quem desrespeitar as regras.

As ações de repressão em Hebei já têm ajuda de várias secretarias, como a de Educação, Segurança Pública, Administração e Comunicação. O órgão que fiscaliza o mercado financeiro local também aderiu à iniciativa.

Repressão aos mineradores na China

A repressão aos mineradores de bitcoin na China vem crescendo desde maio deste ano, quando o Conselho de Estado da China mostrou sua posição negativa em relação à atividade. Foi a primeira vez que um alto órgão do governo chinês discutiu sobre a repressão à mineração e negociação de bitcoin no país.

Depois disso, várias cidades começaram a se mobilizar contra os mineradores, que começaram a desligar seus equipamentos e até mesmo deixar o país. A indústria de criptomoedas, então, passou a sofrer uma forte repressão de entidades ligadas ao governo chinês.

Publicidade

Em junho, exchanges como BTCChina e a Okcoin — duas das mais antigas do país — fecharam as portas. As empresas de mineração de bitcoin HashCow e BTC.TOP também suspenderam as atividades; outras, sugeriram que deixariam o país.

VOCÊ PODE GOSTAR
Gustavo Scarpa em um campo de futebol usando o uniforme do Atlético Mineiro

Scarpa x Bigode: Pedras preciosas não valem como garantia em processo contra pirâmide cripto, diz PF

Um laudo das pedras de alexandrita apreendidas da suposta pirâmide Xland foi avaliado por um juiz, que determinou que elas não têm valor significativo
Imagem da matéria: Pump.fun: site que permite criar memecoin por apenas R$ 15 bate recorde de atividade

Pump.fun: site que permite criar memecoin por apenas R$ 15 bate recorde de atividade

Entre os 14.500 tokens lançados na Solana por meio do pump.fun, milhares eram baseados na GameStop
ilustração do famoso sapo pepe

PEPE salta 19% e bate recorde após boato de listagem na Coinbase e hype da GameStop

As últimas 24 horas foram uma tempestade perfeita para Pepe: Roaring Kitty voltou causando um boom das memecoins, ao mesmo tempo que se espalhou rumores de listagem na Coinbase
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Ethereum surpreende e cai 3,6% após aprovação dos ETFs

Manhã Cripto: Ethereum surpreende e cai 3,6% após aprovação dos ETFs

Embora esteja em queda nesta sexta, o Ethereum ainda registra ganhos de mais de 21% na semana