Imagem da matéria: Google vai usar Inteligência Artificial (AI) em estudos sobre o câncer
Shutterstock

O Google se uniu à empresa líder em tecnologia médica iCAD para aproveitar o poder da inteligência artificial (AI, na sigla em inglês) para transformar o diagnóstico e tratamento do câncer.

Pelo acordo, a tecnologia de deep learning de última geração do Google será integrada ao conjunto de soluções de AI do iCAD chamado “ProFound Breast Health” para leitura de mamografia. Isso significa que, após aprovação regulatória, a AI do Google poderá atuar como um leitor independente para analisar mamografias e detectar câncer de mama com velocidade e precisão sobre-humanas.

Publicidade

Normalmente, dois radiologistas avaliam cada mamografia, mas essa abordagem tornou-se um desafio em meio a um agravamento da escassez global de radiologistas. A CEO do iCAD, Dana Brown, disse que, ao incorporar os recursos de AI do Google ao seu sistema ProFound Detection, eles podem oferecer uma alternativa viável de avaliação única.

“As organizações de saúde estão buscando soluções clinicamente comprovadas para ajudar seus departamentos de radiologia a operar com mais eficiência e lidar com a carga de trabalho que têm”, disse Brown em um comunicado à imprensa.

“Ao alavancar os notáveis recursos do ProFound Detection, o iCAD procura fornecer uma alternativa viável ao atual fluxo de trabalho de leitura dupla”.

O ProFound Detection é a ferramenta de detecção de câncer do iCAD que escaneia rapidamente as mamografias e identifica com precisão áreas suspeitas para os radiologistas examinarem mais a fundo. Estudos mostram que ela melhora significativamente a precisão, reduzindo falsos positivos e novos testes desnecessários, ao mesmo tempo em que acelera o tempo de leitura.

Publicidade

Esta nova parceria se baseia em um acordo anterior assinado em novembro passado para unir as proezas de detecção de câncer de mama das duas empresas. No início deste mês, foi assinado um aditamento ao acordo existente, tendo o Google provado o valor da sua tecnologia ao ultrapassar a taxa de sucesso dos radiologistas especialistas na leitura de mamografias.

AI do Google é mais precisa e absorve parte do trabalho

Um estudo de 2020 descobriu que a AI do Google alcançou uma pontuação de precisão 11,5% maior do que o leitor humano médio. Além disso, as simulações mostraram que ela poderia assumir 88% da carga de trabalho do segundo leitor no sistema de leitura dupla, mantendo o desempenho.

Como explicou a CEO do iCAD, a combinação da AI do Google com as soluções do iCAD expandirá o acesso a tecnologias potencialmente salvadoras de mulheres em todo o mundo. Além disso, o iCAD fornecerá exames gratuitos de câncer para grupos carentes em determinados países, demonstrando sua filosofia de que “onde se vive não deve determinar se se vive”.

A ascensão da AI abriu novas possibilidades revolucionárias na área da saúde. Por exemplo, Decrypt relatou recentemente que os cientistas usaram AI para desenvolver o CancerGPT, um modelo que usa modelos de linguagem pré-treinados (LLMs) para prever como diferentes combinações de remédios podem afetar tecidos humanos raros encontrados em pacientes com câncer. Isso pode ser um divisor de águas para tratamentos experimentais de câncer e para avaliar os riscos de medicamentos específicos na terapia do câncer.

Publicidade

Em outras áreas médicas, o Ankh é um sistema de AI que pode entender a linguagem de proteínas complexas e pode revelar novas descobertas sobre doenças. Separadamente, os senolíticos descobertos pela AI mostram-se promissores contra condições relacionadas ao envelhecimento.

Com a ajuda da AI, o futuro parece promissor para detectar o câncer mais cedo e aumentar os resultados dos pacientes em todo o mundo. Como disse a CEO do iCAD, esta parceria tecnológica nivela o campo de jogo e dá a cada mulher a melhor chance de encontrar o câncer precocemente.

*Traduzida por Rodrigo Tolotti com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Moeda prateada da Chainlink com reflexo em um fundo roxo

Chainlink sobe 18% ao lançar projeto piloto em Wall Street com JP Morgan, BNY Mellon e DTCC

A DTCC anunciou que acaba de concluir um projeto piloto de tokenização com gigantes de Wall Street, como JP Morgan e BNY Mellon, aproveitando o CCIP da Chainlink
CEO do MB Reinlado Rabelo em evento da CVM na USP

“A Bolsa é sim lugar de startups”, diz CEO do Mercado Bitcoin em evento da CVM

Reinaldo Rabelo participou do evento do “Tecnologia e Democratização dos Mercados de Capitais no Brasil”
Gustavo Scarpa em um campo de futebol usando o uniforme do Atlético Mineiro

Scarpa x Bigode: Pedras preciosas não valem como garantia em processo contra pirâmide cripto, diz PF

Um laudo das pedras de alexandrita apreendidas da suposta pirâmide Xland foi avaliado por um juiz, que determinou que elas não têm valor significativo
Moeda de Bitcoi sob mapa da América comd estaque para Venezuela

Venezuela quer desativar todas as fazendas de mineração de criptomoedas do país

O governador do estado de Carabobo afirmou que o governo está prestes a publicar um decreto que irá proibir a mineração de criptomoedas