Carro e iates de luxo
Carro e iate no porto de Monaco, na França (Shutterstock)

Quatro pessoas do condado inglês de Lancashire foram condenadas na sexta-feira (13) por conduzir um golpe no valor de mais de US$ 24 milhões envolvendo uma falha em uma exchange de criptomoedas australiana que não nomeada pelas autoridades.

O grupo teria roubado o valor equivalente a mais de R$ 120 milhões em um período de três meses de 2017, com base no preço de 445 Bitcoins na época em que foram apreendidos pelas autoridades.

Publicidade

O grupo supostamente ganhou tanto dinheiro com a fraude que o líder supostamente usou os fundos ilícitos para comprar carros para pessoas que conheceu em um bar.

Vida de luxo com Bitcoin roubado

O grupo foi condenado no ano passado e sentenciado na última sexta-feira por vários delitos, incluindo conversão de propriedade criminosa e conspiração para cometer fraude.

James Parker, o suposto líder do grupo, morreu em 2021 e, portanto, não viveu para ser condenado.

O detetive sargento David Wainwright, da Unidade de Fraude da Polícia de Lancashire, disse que “a escala da fraude, neste caso, é absolutamente impressionante e levou os suspeitos a literalmente terem mais dinheiro do que poderiam gastar”.

Um dos condenados, Stephen Boys, disse ao tribunal que usou £ 1 milhão (US$ 1,23 milhão) em dinheiro guardado em uma mala “para comprar uma mansão de russos que conheceu no escritório de um corretor de imóveis” e que pagou £ 60.000 ( $ 74.000) para ajudar a lavar os fundos roubados, fazendo pagamentos a funcionários em um país não identificado.

Publicidade

Além disso, o departamento de polícia responsável alegou ter apreendido “relógios de luxo, casas, carros e produtos de grife, incluindo um refrigerador de vinho de £ 600 (US$ 740)” da quadrilha, que também distribuiu vales-presente de £ 5.000 (US$ 6.171).

Criptocrimes no Reino Unido

Embora a escala dessa fraude em particular pareça impressionante, esses criminosos de Lancashire não são os únicos britânicos a lucrar com fraudes criptográficas.

De acordo com seu relatório anual mais recente, a Agência Nacional de Crimes do Reino Unido apreendeu quase £ 27 milhões (US$ 33 milhões) em criptomoedas no ano financeiro de 2021-22. No relatório anterior, este valor era zero.

As autoridades do Reino Unido estão, no entanto, empenhadas na perseguição.

A NCA anunciou o lançamento de uma nova equipe com a missão de investigar proativamente o crime de criptomoeda, apelidada de Célula Criptográfica da Unidade Nacional de Crimes Cibernéticos (NCCU). Atualmente, está recrutando investigadores experientes para o time.

Publicidade

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

Já pensou em inserir o seu negócio na nova economia digital? Se você tem um projeto, você pode tokenizar. Clique aqui, inscreva-se no programa Tokenize Sua Ideia e entre para o universo da Web 3.0!

VOCÊ PODE GOSTAR
Foco em uma moeda dourada de Ethereum (ETH)

Aprovação do ETF de Ethereum pode acontecer antes do esperado, diz Coinbase

Maior exchange de criptomoedas dos EUA, a Coinbase está confiante de que a SEC aprovará ETFs de Ethereum à vista muito em breve, apesar do pessimismo mais amplo
Imagem da matéria: FIT21: Conheça o projeto de lei que promete transformar a regulação das criptomoedas nos EUA

FIT21: Conheça o projeto de lei que promete transformar a regulação das criptomoedas nos EUA

Aprovado na Câmara esta semana, o projeto FIT21 visa regular o setor de criptomoedas dando segurança para consumidores e estimulando empreendedores
Vitalik Buterin na ETH Taipei 2024. Foto: Rug Radio

Como o fundador do Ethereum, Vitalik Buterin, mantém suas criptomoedas seguras

“Descentralize sua própria segurança”, diz Buterin – mas ele não usa uma cold wallet para suas próprias criptomoedas
Imagem da matéria: Desenvolvedor da Solana rouba R$ 1,6 milhão de investidores para apostar em jogos de azar

Desenvolvedor da Solana rouba R$ 1,6 milhão de investidores para apostar em jogos de azar

“O que vier a seguir está nas mãos de Deus”, disse o dev após assumir o roubo