Imagem da matéria: Golpe de mineração Dogecoin (DOGE) dá prejuízo de US$ 119 milhões a investidores da Turquia
(Foto: Shutterstock)

Um suposto golpista identificado como “Turgut V” pode ter dado um golpe de US$ 119 milhões em cerca de 1.500 investidores na Turquia. De acordo com o canal de notícias turco NTV, sua promessa às vítimas era de um retorno de 100% sobre aportes em mineração de Dogecoin (DOGE).

Os golpes estão longe de ser incomuns no mundo das criptomoedas, mas raramente envolvem a “mineração” da moeda meme mais popular do mundo.

Publicidade

O sistema de mineração de Dogecoin funciona da mesma maneira que o do Bitcoin — por meio de um processo de uso intensivo de energia chamado Proof of Work (POW), ‘Prova de trabalho’ em português, no qual computadores de alta potência trabalham para resolver problemas matemáticos complexos com o vencedor recebendo uma recompensa na forma de criptomoeda.

‘Turgut V’ enganou investidores desavisados, persuadindo-os a comprar Dogecoins e transferi-los para ele para que pudesse investir em tecnologia de mineração, disse à publicação, acrescentando que o advogado das supostas vítimas entrou com uma queixa no Ministério Público em Küçükçekmece, cidade que fica na província de Istambul.

O suposto golpista e vários outros disseram aos investidores pessoalmente em eventos realizados em locais luxuosos e também por meio de transmissão pelo Zoom que eles teriam grandes retornos, disse a publicação, de acordo com comentários de um advogado.

No entanto, o negócio foi encerrado repentinamente; Turgut V desapareceu, diz a reportagem. Cerca de 1.500 pessoas caíram no suposto golpe. Uma vítima disse à NTV que “o sistema funcionou por quatro meses” e que “tudo estava indo bem”. 

Publicidade

Por conta disso, um tribunal de justiça proibiu Turgut V e sua equipe de deixarem o país até que sejam finalizadas as investigações. 

Dogecoin, a moeda meme 

Dogecoin é a sétima maior criptomoeda, com valor de mercado de US$ 37 bilhões. Foi originalmente criada como uma piada em 2014 para provocar o Bitcoin. Agora, o meme tem valor real e é adotado por várias personalidades, como os bilionários Mark Cuban e Elon Musk

Os golpes com criptomoedas estão se tornando mais comuns. Em agosto, criminosos enganaram investidores no Reino Unido para que investissem em um serviço falso da Binance Smart Chain — e fugiram com US$ 22 milhões.

Muitas vezes, os golpistas usam nomes e imagens de pessoas famosas ​​para enganar as pessoas, fazendo-as acreditar que os investimentos também são legítimos: no ano passado, por exemplo, US$ 2 milhões foram roubados em dois meses em um golpe que persuadia as pessoas a enviarem seus bitcoins para contas da SpaceX e Tesla, empresas fundadas por Elon Musk. Essas contas, no entanto, eram dos fraudadores.

Publicidade

Elon Musk, aliás, está intimamente associado ao Dogecoin, que por si só recebeu muita atenção no ano passado. A moeda meme subiu 10.000% desde outubro de 2020, e o salto de seu preço deve-se em grande parte a Musk, que costuma tweetar sobre a DOGE . Em maio, inclusive, Musk fez comentários da criptomoeda no Saturday Night Live.

Dogecoin ainda tem sua própria fundação trabalhando para transformar o ativo em um método de pagamento totalmente funcional e globalmente aceito. O conselho consultivo da Fundação Dogecoin inclui o cofundador da Ethereum, Vitalik Buterin, e um representante de Elon Musk, Jared Birchall.

*Traduzido e editado com autorização da Decrypt.co

VOCÊ PODE GOSTAR
Ilustração de moeda NOT dourada com logotipo do jogo Notcoin do Telegram

Manhã Cripto: Bitcoin entra em compasso de espera, mas Notcoin dispara 5%

Notcoin, um jogo Play-to-Earn no Telegram, anunciou que sua base total de jogadores agora é de 40 milhões
Letras que formam a sigla ETF próximas a uma moeda dourada de Bitcoin (BTC)

ETFs de Bitcoin têm novo dia de saídas com fluxo de US$ 226 milhões liderado pela Fidelity

O único ETF de Bitcoin a ter entrada líquida na quinta foi o IBIT da BlackRock, o maior em valor patrimonial líquido, com fluxo positivo de US$ 18 milhões
Imagem da matéria: FTX pode liquidar dívida fiscal de US$ 24 bilhões por US$ 200 milhões

FTX pode liquidar dívida fiscal de US$ 24 bilhões por US$ 200 milhões

Se aprovada pelo juiz, a FTX pagaria à Receita dos EUA US$ 200 milhões agora e US$ 685 milhões posteriormente
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

ETFs de Bitcoin voltam a ter entradas líquidas com fluxo de US$ 101 milhões

ETFs de Bitcoin tiveram dois dias de saídas e voltaram a ter fluxo positivo com uma retomada do ânimo do mercado após dados de inflação nos EUA