moeda de Bitcoin à frente do logotipo do Goldman Sachs
Shutterstock

O Goldman Sachs, um dos maiores bancos do mundo, começou sua operação com derivativos de bitcoin, confirmando rumores lançados há cerca de um mês de que a instituição iria retomar sua mesa de negociação de futuros de BTC. As informações são da CNBC, que teve acesso a um memorando interno da companhia.

No documento, o banco informou ao seu pessoal de mercado que uma mesa de criptomoeda recém-criada negociou com sucesso dois tipos de derivativos vinculados ao bitcoin na modalidade NDF (Non Deliverable Forward), que é um contrato sem a entrega física da moeda, geralmente operado em mercado de balcão (OTC).

Publicidade

“Olhando para o futuro, à medida que continuamos a ampliar nossa presença no mercado, embora de forma comedida, estamos integrando seletivamente novos provedores de liquidez para nos ajudar na expansão de nossa oferta”, diz um trecho do documento.

A estratégia na modalidade de negociação com o bitcoin, no entanto, teve início ainda no passado, de meados de 2017 a 2018, mas ficou adormecida. Segundo a CNBC, este memorando marca a primeira vez que o banco reconhece oficialmente seu envolvimento em criptomoedas.

A nova empreitada faz parte dos esforços gerais do Goldman Sachs para o mercado de ativos, diz no memorando o sócio-diretor e responsável pela divisão de câmbio de derivativos Rajesh Venkataramani, que assinou o documento. No memorando, o nome da liderança da mesa é Mathew McDermott, chefe global de ativos digitais.

Segundo comentários do CEO David Solomon no documento, o Goldman está buscando ampliar sua presença no mercado “integrando seletivamente” instituições de criptomoedas para expandir as ofertas. Em outro ponto, o banco também afirmou ter lançado nesta semana uma plataforma para que seus clientes fiquem por dentro dos preços de criptoativos e também de notícias sobre o mercado.

Publicidade

Com informações da Reuters em março deste ano, no Goldman Sachs há projetos maiores de ativos digitais e outros envolvendo a tecnologia blockchain e CBDCs (moedas digitais de bancos centrais, na sigla em inglês).

VOCÊ PODE GOSTAR
Moedas de Bitcoin sobre mesa espelhada

Estudo mostra que 61% dos investidores brasileiros não pretendem vender Bitcoin

Pesquisa realizada pela Bitget releva otimismo pós-halving do Bitcoin
Imagem da matéria: Questões sociais são desafio para debate do Bitcoin, diz autor de livro da Editora Portal do Bitcoin

Questões sociais são desafio para debate do Bitcoin, diz autor de livro da Editora Portal do Bitcoin

“Parte técnica você descreve como funciona e acabou. Nas vacas sagradas leva um bom tanto de desconstrução de conceitos”, diz Breno Brito
Cachorro Shiba Inu que inspitou Dogecoin

Kabosu, a cachorrinha que inspirou a Dogecoin, falece aos 18 anos

Kabosu sofria de doença crônica e já era muito idosa; segundo sua dona, a cachorrinha “faleceu silenciosamente”
Cofre dourado no formato de baleia receb moedas shiba inu SHIB

Baleias voltam a encher os bolsos de Bitcoin, mostra análise

A acumulação acelerada de baleias é um sinal de que o mercado altista do Bitcoin ainda está ativo