Fachada de um prédio da BlackRock na Califórnia, EUA
Shutterstock

A Coinbase, maior corretora de criptomoedas dos EUA, e a BlackRock, maior gestora de ativos do mundo, com US$ 10 trilhões gerenciados, anunciaram uma parceria que vai disponibilizar aos investidores institucionais o acesso direto ao Bitcoin. Segundo comunicado da Coinbase nesta quinta-feira (04), os beneficiados serão os clientes da gestora Aladdin, que é uma divisão de gerenciamento de risco da BlackRock.

“A parceria é um marco emocionante para nossa empresa.  Estamos honrados em fazer parceria com um líder do setor”, disse a Coinbase.

Publicidade

O novo serviço aos investidores da BlackRock será disponibilizado na plataforma Coinbase Prime, um serviço criado para atender investidores institucionais em custódia e negociação de criptomoedas, ou seja, de clientes que mantêm carteiras de alto valor. De acordo com a empresa, a Prime, que é regulada pelo Departamento de Serviços Financeiros de Nova York, possui mais de 13 mil clientes.

“A Coinbase Prime fornecerá recursos de negociação, custódia, corretagem e relatórios de criptomoedas para a base de clientes institucionais da Aladdin, que também são clientes da Coinbase”, ressalta a nota.

Para Joseph Chalom, chefe global de parcerias da BlackRock, o acordo entre as duas empresas vai permitir que os clientes gerenciem suas exposições de bitcoin juntamente com outras aplicações e assim ter uma visão completa do seu portfólio.

“Nossos clientes institucionais estão cada vez mais interessados ​​em ganhar exposição aos mercados de ativos digitais e estão focados em como gerenciar com eficiência o ciclo de vida operacional desses ativos”, disse Chalom.

Publicidade

Procurado pelo site Decrypt para comentar a parceria, Brett Tejpaul, chefe da Coinbase Institutional, disse que a estratégia da empresa é fornecer um único ponto de entrada no mercado para compra, venda e custódia de criptomoedas.

“Ter uma parceria com a Aladdin que dá US$ 20 trilhões em acesso de capital a criptomoedas é uma grande mudança de jogo, tanto para a Coinbase quanto para a indústria”.

Estratégia da BlackRock

Não é a primeira vez este ano que a BlackRock anuncia notícias sobre criptomoedas, comentou o Decrypt. Em abril, a gestora listou dois produtos, o iShares Blockchain e o Tech ETF, que oferecem aos investidores exposição à tecnologia blockchain sem investir diretamente em ativos digitais.

Em julho do ano passado, BlackRock informou à Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) que possuía US$ 206 milhões investidos em ações da Marathon Digital Holdings e US$ 176 milhões na Riot Blockchain, duas empresas de mineração de bitcoin e de capital aberto.

Publicidade

Esse é o melhor momento da história para investir em cripto! E agora, você pode ter acesso a um curso exclusivo com os maiores especialistas em cripto para aprender os fundamentos e as técnicas que te ajudam a navegar nas altas e baixas do mercado. Inscreva-se aqui

VOCÊ PODE GOSTAR
Pizza em uma mão moeda de bitcoin na outra

Bitcoin Pizza Day: Corretoras comemoram data histórica do Bitcoin com promoções; confira

Semana tem pizza grátis, cashback, joguinho e descontos em comemoração à primeira transação comercial com o Bitcoin realizada há 14 anos
Moedas de Bitcoin sobre mesa espelhada

Análise: o preço do Bitcoin está novamente sendo ditado pela política do Fed

“Análise dos últimos 40 dias revela uma maior alinhamento com as expectativas de taxa de juros para junho”, diz firma de análises CoinShares
Sob um banco de madeira três criptomoedas ao lado de um celular com logo do Nubank

Nubank libera envio e recebimento de criptomoedas de carteiras externas

Já estão disponíveis para essas transações Bitcoin, Ethereum e Solana; outras moedas e redes serão adicionadas em breve
trader segura moeda de bitcoin em frente a grafico em computador

Bolsa de Chicago planeja lançar negociação de Bitcoin à vista, diz jornal

O objetivo é capitalizar a crescente demanda este ano entre os gestores de Wall Street para ganhar exposição ao setor de criptomoedas