Imagem da matéria: Gestora brasileira QR Asset lança fundo 100% alocado em bitcoin aprovado pela CVM
Foto: Shutterstock

A QR Asset Management, gestora de recursos da holding QR Capital, lançou nesta quinta-feira (01) o primeiro fundo com alocação integral em bitcoin do Brasil. 

Batizado de QR BTC MAX FIM IE, o produto terá gestão passiva e investimento mínimo de R$ 50 mil, conforme um comunicado enviado pela empresa. Como será espelhado na rentabilidade do bitcoin, não será cobrada taxa de performance. 

Publicidade

A taxa de administração será de 0,9% ao ano e já está disponível para aplicação em um primeiro momento no site da QR Asset e na plataforma Órama.

O QR BTC Max compra bitcoins diretamente em corretoras estrangeiras reguladas em seus países de origem. O produto está em consonância com as regras da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que permitem que um fundo 100% alocado em bitcoin com esse desenho esteja aberto aos investidores qualificados, e não apenas aos investidores profissionais.

Além de ser uma possibilidade de se expor de forma passiva ao bitcoin, o fundo se posiciona como nova opção de diversificação de portfólio em um cenário de baixo retorno dos investimentos de renda fixa, perspectiva de inflação e desvalorização de moedas fiduciárias.

Dado o impacto da crise no mercado de câmbio, o bitcoin acaba atuando como um duplo hedge, uma vez que é uma commodity digital negociada em dólar no mercado mundial. 

Publicidade

Conforme o comunicado, o gestor da QR Asset Management, Theodoro Fleury, acredita que a vantagem de se investir em bitcoin via fundos é que os processos são de responsabilidade da gestora, eliminando a necessidade de o investidor lidar com carteiras digitais, chaves privadas e exchanges.

VOCÊ PODE GOSTAR
Moedas de ethereum à frente de ilustração de cadeado

A SEC vai finalmente aprovar os ETFs de Ethereum? Entenda

Vence no fim desta semana o prazo para a SEC aprovar ou não alguns pedidos de ETFs de Ethereum e a expectativa agora é mais positiva do que nunca
Imagem da matéria: Fundador do Telegram diz que manterá seus tokens do Notcoin até multiplicarem por 100

Fundador do Telegram diz que manterá seus tokens do Notcoin até multiplicarem por 100

Pavel Durov detém 1% do maior token de jogo deste ano, doado pelos jogadores. E ele não está vendendo seus Notcoin – não agora, pelo menos
Imagem da matéria: MB e Rappi se unem para celebrar data histórica para Bitcoin com entrega de pizzas a clientes da exchange

MB e Rappi se unem para celebrar data histórica para Bitcoin com entrega de pizzas a clientes da exchange

A plataforma de ativos digitais também promove campanha para recompensar trades realizados até 4 de junho
criptomoedas, criptoativos, regulação, Brasil, projeto de lei

Banco Central anuncia próximos passos da regulamentação do mercado cripto no Brasil

Sem definir datas, BC diz que irá fazer mais uma consulta pública no segundo semestre e um planejamento interno sobre stablecoins