Imagem da matéria: Gemini vai devolver US$ 1,1 bilhão para clientes do programa Earn
Foto: Shutterstock

A exchange de criptomoedas Gemini, sediada em Nova York, anunciou na quarta-feira (28) que as partes envolvidas no processo de recuperação judicial da empresa de empréstimos cripto Genesis concordaram em devolver US$ 1,1 bilhão em ativos digitais aos usuários do programa Earn da plataforma.

“Finalmente chegamos a um acordo em princípio com a Genesis e outros credores na recuperação judicial da Genesis que, se aprovado pelo Tribunal de Falências, resultará em todos os usuários da Earn recebendo 100% de seus ativos digitais de volta em espécie”, escreveu a empresa.

Publicidade

Fundada em 2014 por Cameron e Tyler Winklevoss, a Gemini — também conhecida como Gemini Trust Company — oferece não apenas uma exchange de criptomoedas, mas também serviços financeiros mais amplos, incluindo staking de criptomoedas, carteiras de criptomoedas, armazenamento a frio, serviços de cartão de crédito e o marketplace NFT Nifty Gateway.

Processos nos EUA

Em outubro, o escritório do Procurador Geral de Nova York (NYAG) entrou com uma ação no Tribunal de Falências dos EUA, Distrito Sul de Nova York, contra a Gemini, o credor de ativos digitais Genesis e o Digital Currency Group por fraudar investidores.

“Essas empresas de criptomoeda mentiram para os investidores e tentaram esconder mais de um bilhão de dólares em perdas, e foram os investidores de classe média que sofreram com isso”, disse a procuradora-geral de Nova York, Letitia James, na época. “Os nova-iorquinos trabalhadores e os investidores de todo o país perderam mais de um bilhão de dólares porque foram alimentados com mentiras flagrantes de que seu dinheiro estaria seguro e cresceria se eles o investissem na Gemini Earn.”

O início dos problemas

Após o colapso da FTX em 2022, um contágio varreu o mercado cripto. Uma das empresas envolvidas no surto foi a Genesis Trading. Em novembro de 2022, a Genesis suspendeu seus serviços de empréstimo, alertando os clientes sobre uma possível falência.

Publicidade

Na semana seguinte, a Gemini processou a Genesis pelo controle de US$ 1,6 bilhão em ações da Grayscale Bitcoin Trust.

De acordo com a Gemini, os participantes do programa Earn receberão a mesma quantidade de Bitcoin que emprestaram originalmente, além de qualquer aumento no valor realizado desde então.

“Se aprovado, estaremos devolvendo mais de US$ 1,8 bilhão em valor (a preços de hoje)”, disse Gemini. “US$ 700 milhões a mais do que quando a Genesis interrompeu as retiradas em 16 de novembro de 2022.”

Como parte do acordo, a Gemini disse que a exchange também contribuirá com US$ 40 milhões para a recuperação dos fundos dos usuários.

Publicidade

Uma vez aprovado, continuou a Gemini, os usuários do Earn podem esperar receber aproximadamente 97% de seus ativos em espécie em cerca de dois meses e o saldo restante dos ativos nos próximos 12 meses.

“O acordo, em princípio, está sujeito à documentação definitiva”, alertou a Gemini. “O processo exigido pelo Tribunal de Falências pode levar até dois meses para ser concluído, e manteremos os usuários do Earn informados ao longo do caminho.”

Dizendo que reconhece as dificuldades que os clientes enfrentaram durante o processo de liquidação, a Gemini agradeceu a paciência e o apoio dos clientes.

“Como administradores responsáveis do ecossistema cripto, sabemos que nossos clientes valorizam a capacidade de manter seus ativos digitais durante as altas e baixas dos ciclos do mercado cripto”, escreveu a Gemini. “Ser capaz de devolver ativos em uma base de moeda por moeda para nossos clientes foi fundamental para nós.”

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: EUA tentam recuperar R$ 13 mi que golpistas enviaram à Binance para cometer lavagem de dinheiro

EUA tentam recuperar R$ 13 mi que golpistas enviaram à Binance para cometer lavagem de dinheiro

Esquema usando o golpe de “abate de porcos” lavou US$ 2,5 milhões em USDT, da Tether, em duas contas na Binance
Imagem da matéria: NFTs de Donald Trump disparam e preços atingem novo recorde

NFTs de Donald Trump disparam e preços atingem novo recorde

Os tokens colecionáveis não fungíveis de Trump subiram para um recorde de US$ 502
donald trump

Bitcoin sobe e memecoins chegam a saltar 70% após ataque contra Trump

Memecoins inspiradas em Trump saltaram após um ataque contra ele, e o Bitcoin subiu – e os apostadores do mercado de previsão acham que isso ajudou sua campanha
Imagem da matéria: Projeto da Solana vai dar bônus de 100% em airdrop de novo token

Projeto da Solana vai dar bônus de 100% em airdrop de novo token

Sanctum, projeto de staking na blockchain Solana, irá dar bônus de 100% para quem esperar seis meses para acessar os tokens