Moeda de bitcoin e etehreum à frente de tela com logo da Coinbase
Shutterstock

O Bitcoin dispara, as exchanges esquentam e a Coinbase apresenta falhas — e tudo se repete depois. Após vários relatos de que os usuários da Coinbase estavam fazendo login para ver saldos zero em suas carteiras, o CEO Brian Armstrong disse na tarde de quarta-feira (28) que o problema havia sido corrigido.

O histórico da Coinbase com bugs durante os picos de tráfego fez com que o Cripto Twitter tivesse outra oportunidade de zombar da exchange, classificando as já comuns dificuldades técnicas como um indicador positivo do mercado.

Publicidade

“O aplicativo da Coinbase está fora do ar”, escreveu o cofundador da Reflexivity Research Will Clemente, no X. “Estamos TÃO de volta.”

As exchanges de criptomoedas costumam sofrer interrupções durante as altas do Bitcoin, o que traz grandes aumentos no tráfego de usuários e na atividade de negociação, além de intensa imprevisibilidade no preço do Bitcoin.

“Modelamos um aumento de aproximadamente 10 vezes no tráfego e fizemos o teste de carga”, disse Armstrong no Twitter. “Mas o cenário atual excedeu esse número.”

“É caro manter os serviços com excesso de provisionamento, mas precisaremos continuar trabalhando em soluções de dimensionamento automático e eliminando os gargalos restantes”, continuou ele. “Obrigado por nos apoiar.”

Publicidade

Os analistas cripto aproveitaram a notícia como um motivo para fazer comentários.

“A queda da Coinbase é um sinal de alta”, disse o cofundador e COO da Chateau Capital, Alex Valaitis. “Os investidores individuais estão voltando!”

“Isso é como um sinal antecipado que o giga bull está apenas começando”, disse o fundador da Zen Academy, Zeneca. “Os investidores individuais… estão chegando?”

As exchanges concorrentes não resistiram em participar disso.

O histórico de quedas da Coinbase

O histórico de dias ruins para a Coinbase que vêm com dias bons para o Bitcoin está bem estabelecido. Em 2017, a Coinbase caiu enquanto a criptomoeda subia em direção ao seu recorde histórico de US$ 19.345.

A Coinbase caiu novamente em abril de 2020, quando o preço do Bitcoin subiu 15% da noite para o dia em 29 de abril, enquanto os investidores de BTC se preparavam para o halving em maio e o FOMO se instalou.

Publicidade

A Coinbase caiu mais uma vez em janeiro de 2021, quando o preço do Bitcoin se aproximou de US$ 40 mil, antes de cair 25%, US$ 8 mil, para US$ 32 mil no dia seguinte. Quando o valor do BTC caiu mais de 30% em 24 horas em maio daquele ano, outro crash.

E quando o Bitcoin atingiu seu maior valor de todos os tempos em novembro de 2021? A Coinbase relatou “problemas de conectividade novamente” algumas semanas depois.

As corretoras tradicionais operam de 6 a 8 horas por dia, cinco dias por semana, dando aos seus desenvolvedores tempo suficiente para resolver problemas técnicos. Já as exchanges de criptomoedas geralmente operam 24 horas por dia, 7 dias por semana, o que torna a manutenção do sistema muito mais desafiadora, especialmente durante períodos de alto tráfego.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Celular com gráficos de ações e criptomoedas em queda no fundo

Preço de tokens BRC-20 da rede Bitcoin despencam antes do halving — Runes é o culpado?

Em semana crucial para a principal rede de criptomoedas, a ORDI caiu mais de 40%
moedas de bitcoin e ethereum sobre mesa envernizada

Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 70 mil e Ethereum desacelera após maior salto em mais de um mês

Traders de criptomoedas pisam no freio nesta terça-feira (9) depois do rali do Ethereum durante a madrugada
Silhueta de pessoa jogando videogame À frente de TV

Agência federal de fiscalização dos Estados Unidos começa a olhar para games cripto

Comprar vidas extras ou ganhar tokens em um jogo do tipo play-to-earn equivale a um “banco em games e mundos virtuais”, diz agência
Mineração

Mineradores de Bitcoin disputam mercado com Inteligência Artificial antes do halving, diz Bernstein

Um novo relatório da empresa de investimento destaca o aumento da concorrência entre dois setores que exigem energia e poder de processamento