Imagem da matéria: Garoto de 15 anos hackeia e joga vídeo game em carteira de criptomoedas de John McAffe

Um adolescente de 15 anos chamado Saleem Rashid invadiu a carteira de bitcoin ‘não hackeável’ de John McAfee, a Bitfi, que é vendida a US$ 120 (cerca de R$ 460,00) e promete ser à prova de invasão.

McAfee descreveu a carteira como um dispositivo “inacessível”, ou seja, à prova de hackers. Ele ainda ofereceu US$ 250 mil (cerca de R$ 965 mil) para qualquer um que pudesse entrar e roubar as criptomoedas que ela dá acesso.

Publicidade

Não bastasse o feito de Rashid, na última quarta-feira (08), um vídeo mostrava o jovem talento executando um game chamado Doom (jogo de tiro) na carteira que foi anunciada como sendo uma fortaleza.

No entanto, o feito não foi o suficiente para recompensar Rashid. De acordo com os termos da McAfee, o prêmio será pago para quem conseguir invadir a conta — não o dispositivo —, e assim acessar as criptomoedas.

Mesmo que a carteira tenha sido explorada em todos os sentidos, as criptomoedas não estão armazenadas no dispositivo, mas sim em nuvem e pode ser em qualquer lugar.

De fato, a carteira ainda está fazendo o seu trabalho, pois as criptomoedas ainda não foram acessadas. Porém, rotular algo como “inacessível”, no mínimo, incentiva os hackers a se esforçarem ainda mais e alguém sempre passa por cima.

Publicidade

Acessaram mas não roubaram

No início do mês, a Bitfi foi invadida, conforme anunciado pelo grupo de pesquisa holandês OverSoftNL no Twitter. No entanto, pelos motivos acima já descritos, a empresa não reconheceu a invasão, pois as criptomoedas permaneceram ‘intactas’.

McAfee negou via Twitter, mas comentou o que aconteceu:

“Uma carteira é hackeada quando alguém pega as moedas. Ninguém conseguiu nenhuma moeda. Conseguir acesso ao root é uma tentativa, não um hack. É uma tentativa fracassada”.

O BitFi vem sofrendo diversas críticas desde que foi lançado. Por exemplo, Ryan Castellico, pesquisador de segurança, afirmou que o dispositivo não passa de um “telefone Android barato”.

Ele disse ainda não recomendar seu uso a ninguém, pois a carteira é vulnerável a malwares que espionam o usuário, diminuindo, assim, a segurança e a privacidade.


Compre Bitcoin no Celular

A BitcoinTrade é a melhor plataforma para operar criptomoedas do Brasil.
Compre Bitcoin, Ethereum e Litecoin com segurança e liquidez, diretamente pelo app.
Baixe agora e aproveite, acesse: www.bitcointrade.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Reserva de Bitcoin de mineradores bate mínima em três anos com vendas antes do halving

Reserva de Bitcoin de mineradores bate mínima em três anos com vendas antes do halving

Diferente do que aconteceu antes do halving de 2020, desta vez os mineradores aproveitaram a recente disparada do Bitcoin para vender parte de suas reservas
Fundador da Binance Changpeng Zhao posa para foto

CZ está em “situação positiva” nos EUA, afirma cofundadora da Binance

O julgamento da sentença de Changpeng Zhao está agendado para o próximo dia 30
Paolo Ong, da SEC Filipinas

Termina prazo para saída da Binance das Filipinas e reguladores avisam: “Não há como sacar fundos após bloqueio”

“Não podemos endossar nenhum método de como retirar seu dinheiro agora que a ordem de bloqueio foi emitida”, disse o regulador filipino
Ilustração de moeda gigante de Bitcoin observada por investidores e prestes a ser cortada ao meio

Quando será o próximo halving do Bitcoin?

O tão falado halving do Bitcoin acabou de acontecer, e o próximo já está no horizonte.