Imagem da matéria: "Acessaram mas não roubaram criptomoedas", diz John McAfee sobre carteira impenetrável

A carteira de Bitcoin BitFi, propagandeada por John McAfee como sendo à prova de hackers, foi invadida, de acordo com o grupo de pesquisa holandês OverSoftNL. McAfee havia anunciado há uma semana que daria um prêmio de US$ 250 mil a quem conseguisse encontrar vulnerabilidades no dispositivo. A empresa não reconheceu a invasão.

McAfee negou via Twitter, mas comentou o que aconteceu: “Uma carteira é hackeada quando alguém pega as moedas. Ninguém conseguiu nenhuma moeda. Conseguir acesso ao root é uma tentativa, não um hack. É uma tentativa fracassada”

Publicidade

Segundo o site CCN, o OverSoftNL publicou tweet em 1° de agosto alegando que havia conseguido acesso à raiz da carteira. Mais tarde, a conta da BitFi publicou um tweet pedindo ajuda à comunidade para encontrar falhas de segurança. Dessa vez, o pedido veio acompanhado de um link com condições para que a recompensa fosse dada. Em seguida, a OverSoftNL acusou os responsáveis pela BitFi de apenas fazerem marketing.

Segundo os pesquisadores, não é necessário ter o aparelho BitFi para ter acesso ao aplicativo do dispositivo. Portanto, o uso de qualquer tipo de hardware seria dispensável. O BitFi custa US$ 120. O site oficial do produto afirma que ele é “impenetrável”.

Bitfi cercado de controvérsias desde o começo

Aliás, o marketing tem sido uma constante na curta vida da BitFi. Quando anunciou a criação do dispositivo, o milionário havia oferecido uma recompensa de US$ 100 mil. Em seguida, a própria empresa decidiu aumentar o prêmio, chegando a US$ 250 mil.

O BitFi vem sofrendo diversas críticas desde que foi lançado. Por exemplo, Ryan Castellico, pesquisador de segurança, afirmou que o dispositivo não passa de um “telefone Android barato”. Disse ainda não recomendar seu uso a ninguém. Além disso, a presença de aplicativos como Baidu o malware Adups foi acusada por outros críticos do BitFi. Esses programas espionariam o usuário, diminuindo a segurança e a privacidade.

Publicidade

McAfee está acostumado a polêmicas

John McAfee está acostumado a ser o centro das atenções. Conhecido por gosta de polêmicas, o bilionário já deu diversas declarações controversas. Em junho, alegou ter sido envenenado, numa suposta tentativa de assassinato.

Antes, havia anunciado a criação de uma criptomoeda física que poderia ser trocada por “momentos” com ele. As notas têm imagens dele nu e cercado de mulheres. No começo do ano, afirmou no Twitter que já usou criptomoedas para pagar por prostitutas e para comprar drogas ilegais.


Compre Bitcoin no Celular

A BitcoinTrade é a melhor plataforma para operar criptomoedas do Brasil.
Compre Bitcoin, Ethereum e Litecoin com segurança e liquidez, diretamente pelo app.
Baixe agora e aproveite, acesse: www.bitcointrade.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
o que é mineração de bitcoin

Dificuldade de mineração de Bitcoin está despencando, mas por quê?

A redução no preço do Bitcoin, combinada com a diminuição das recompensas de mineração, resulta em menos mineradores e em uma rede menos robusta — pelo menos por enquanto
trader segura moeda de bitcoin em frente a grafico em computador

Bolsa de Chicago planeja lançar negociação de Bitcoin à vista, diz jornal

O objetivo é capitalizar a crescente demanda este ano entre os gestores de Wall Street para ganhar exposição ao setor de criptomoedas
Donald Trump ex-presidente dos EUA

Donald Trump recebe compradores de seus NFTs em jantar de luxo

O ex-presidente resolveu aproveitar o dia de folga do Tribunal de Nova York para receber os apoiadores no resort de luxo Mar-a-Lago
Imagem da matéria: '101 Perguntas sobre Bitcoin': Editora Portal do Bitcoin lança livro sobre a criptomoeda mais famosa do mundo

‘101 Perguntas sobre Bitcoin’: Editora Portal do Bitcoin lança livro sobre a criptomoeda mais famosa do mundo

A obra discorre os princípios técnicos da moeda até suas implicações socioeconômicas no contexto atual, de modo a proporcionar um entendimento profundo ao público geral