Imagem da matéria: Gangue Sequestra Estudante Sul-Africano de 12 Anos e Pede Resgate em Bitcoin
Jovem Katlego Marite (Foto: Reprodução/Twitter)

O estudante sul-africano Katlego Marite de 12 anos foi sequestrado por uma quadrilha na província de Mpumalanga no domingo (20). Segundo a CNN, a polícia afirmou que os sequestradores estão exigindo R$ 450 mil em Bitcoin.

As autoridades informaram que o menino foi levado pelos bandidos enquanto brincava com amigos bem próximo à sua casa, no subúrbio de Tasbet Park. Testemunhas disseram que três homens num Toyota Corolla foram vistos praticando o crime.

Publicidade

Segundo o site Timeslive em publicação na sexta-feira, a polícia se recusou a falar se o resgate foi pago. A reportagem disse que conseguiu a informação de que ele foi deixado por seus sequestradores em Kromdraai, perto de sua residência.

Marite foi visto sorrindo e tirando fotos com dezenas de vizinhos que foram dar as boas vindas em sua casa, a mansão Nkandla.

Leonard Hlathi, porta-voz da polícia local, relatou à CNN que a ação foi rápida e não houve resistência por parte de Marite:

“Seus amigos relataram que três homens adultos foram em direção a ele e o colocaram no carro. Eles exigiam que seus pais pagassem um resgate em bitcoins”, disse Hlathi.

Publicidade

O bilhete de resgate foi encontrado na casa de Marite logo após o fato.

Uma cópia do bilhete vazou e foi publicada em várias redes sociais. Os seqüestradores alertavam os pais para não envolverem a polícia com os seguintes dizeres:

“Estamos com o seu filho. Ele não será ferido se as seguintes exigências forem atendidas”, dizia o bilhete.

De acordo com Hlathi, a quantia exigida foi de 15 bitcoins, o que equivale a aproximadamente R$ 450 mil. O bilhete continha o endereço de uma carteira de bitcoin para o envio do pagamento de resgate.

Os sequestradores pediram para a família de Marite transferir 1 bitcoin no dia 21 de maio e o restante seis dias depois. A família ainda não pagou nenhum valor, segundo Hlathi.

O porta-voz disse que nunca ficou sabendo de nenhum caso de sequestro envolvendo bitcoins na África do Sul e que o caso do menino é muito estranho, pois os pais de Marite não são ricos e nem sabiam o que pedia a gangue.

Publicidade

“O pai de Marite leu o bilhete de resgate e depois ergueu sua cabeça e perguntou, o que são bitcoins?”

Hlathi revelou também que a região é uma área de mineração onde sequestros não são frequentes. Ele disse que a família sofre muito neste momento.

De acordo com o site de notícias local Sowetanlive, os sequestradores disseram que, caso a família não pagasse o resgate, o menino seria morto com crueldade e um vídeo lhes seria enviado.

BitcoinTrade

Comprar e vender Bitcoin e Ethereum ficou muito mais fácil. A BitcoinTrade é a plataforma mais segura e rápida do Brasil. Além disso, é a única com a certificação de segurança PCI Compliance. Acesse agora ou baixe nosso aplicativo para iOs ou Android: https://www.bitcointrade.com.br/

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin cai 3% antes da decisão sobre taxa de juros e relatório de inflação dos EUA

Manhã Cripto: Bitcoin cai 3% antes da decisão sobre taxa de juros e relatório de inflação dos EUA

Federal Reserve não deve cortar taxa de juros, já que os dados da inflação ainda não estão no cenário ideal para as autoridades dos EUA
Jerome Powell, presidente do Fed, mostrado em tela de computador

Bitcoin cai para a casa dos US$ 67 mil após Fed manter taxa de juros

Jerome Powell afirmou que a busca do banco central dos EUA pela meta de 2% de inflação ainda não acabou
Pessoa segura moeda de bitcoin à frente de bandeira de El Salvador

El Salvador renova estratégia para incentivar a adoção do Bitcoin

El Salvador dobrou seu esforço para a adoção do Bitcoin nos últimos…
Dois aviões riscam com fumaça para cima o B de bitcoin

Manhã Cripto: Mercado acorda em leve baixa, mas relatório indica Bitcoin rompendo de vez barreira dos US$ 70 mil

Estudo mostra que 50% do suprimento de Bitcoin de longo prazo estava “inativo”, sem movimentos ou alterações nas carteiras rastreadas