Imagem da matéria: Fundos alemães, que gerem US$ 2,2 trilhões, já podem investir 20% em bitcoin
Foto: Shutterstock

O ‘Fund Locations Act’ da Alemanha entrou em vigor hoje, o que significa que milhares de fundos de investimento institucionais serão agora elegíveis para investir em Bitcoin e outros criptoativos pela primeira vez.

Spezialfond é um veículo de investimento preferido por investidores institucionais e a nova lei permite que os gestores de fundos aloquem até 20% de um Spezialfond para criptoativos. O interesse está explodindo, de acordo com especialistas do mercado, que antecipam que as novas regulamentações podem desencadear investimentos significativos no mercado cripto.

Publicidade

Sven Hildebrandt, chefe da consultoria de blockchain de Hamburgo DLC Distributed Ledger Consulting, disse ao Decrypt que projeta um fluxo teórico da ordem de € 350 bilhões (US$ 415 bilhões) em criptoativos. É uma quantia significativa e “enorme”, de acordo com Hildebrandt, considerando que a capitalização de mercado atual do Bitcoin é de US$ 632 bilhões.

Seus cálculos são baseados em estimativas de que cerca de € 1,87 trilhão (US$ 2,2 trilhões) estão vinculados a aproximadamente 4.000 desses fundos.

“Isso não vai acontecer da noite para o dia, mas estamos falando sobre o maior veículo de investimento que temos na Alemanha – literalmente todo o dinheiro está lá”, disse Hildebrandt.

A lei alemã está indo na direção certa

Não existe equivalente nos Estados Unidos ao Spezialfonds, mas eles foram comparados aos Fundos Especiais de Investimento (SIFs) em Luxemburgo e aos Fundos de Investidores Qualificados (QIFs) na Irlanda. Esses tipos de veículos de investimento são atraentes para as instituições porque permitem flexibilidade e são muito menos restritivos nos requisitos de liquidez, diversificação, restrições a empréstimos e alavancagem. Simultaneamente, uma estrutura regulatória robusta oferece garantia para os investidores.

Publicidade

A agência alemã de defesa de investimentos alternativos, Bundesverband Alternative Investments (BAI), elogiou a nova legislação. Agora, ele pede que seja estendido para incluir fundos públicos.

Hidebrandt também saudou a medida como um grande impulso para a posição da Alemanha como um centro de investimento financeiro, e os especialistas acreditam que vai alimentar a indústria cripto como um todo ao legitimar ainda mais a classe de ativos.

“A adição de criptoativos em Spezialfonds é um passo importante para sua aceitação”, disse o parlamentar alemão Frank Schäffler ao Decrypt em abril, quando a lei foi aprovada pelo Bundestag.

Ele acrescentou: “Aqui, a lei está indo na direção certa e nós a saudamos”.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin se estabiliza após a montanha-russa da inflação e da taxa de juros

Manhã Cripto: Bitcoin se estabiliza após a montanha-russa da inflação e da taxa de juros

Taxas de juros desempenham um papel fundamental na ação do preço dos ativos de risco, como as criptomoedas e o mercado de ações
Imagem da matéria: Saídas líquidas de ETFs de Bitcoin atingem US$ 200 milhões antes da reunião do FOMC

Saídas líquidas de ETFs de Bitcoin atingem US$ 200 milhões antes da reunião do FOMC

Os participantes do mercado esperam que o Federal Reserve mantenha a taxa de juros inalterada, mas os investidores ainda parecem cautelosos
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin ensaia recuperação e Trump diz apoiar a mineração de BTC nos Estados Unidos

Manhã Cripto: Bitcoin ensaia recuperação e Trump diz apoiar a mineração de BTC nos Estados Unidos

Donald Trump disse, após um evento de campanha com mineradores de Bitcoin, que ele quer “todo o Bitcoin restante feito nos EUA”
Fusão da imagem de uma moeda de bitcoin com a bandeira do Paraguai

Senado do Paraguai aprova lei que pune com até 10 anos de prisão mineradores de criptomoedas que roubam eletricidade 

Para o relator Ever VIllalba, o PL não criminaliza a mineração de criptomoedas, mas as leis devem ser adaptadas ao setor; PL seguirá para a Câmara dos Deputados