Imagem da matéria: Funcionário rouba R$ 1,1 milhão da empresa, perde tudo em trade com bitcoin e é preso na China
Foto: Shutterstock

Um trader chinês foi preso na semana passada por desviar cerca de R$ 1,1 milhão da companhia onde trabalhava para fazer investimentos especulativos em bitcoin, de acordo com o Baidu.

Quando a polícia realizou a prisão em Nanquim, capital da província Jiangsu, só encontrou R$ 2,3 mil em posse do sujeito — a quantia era tudo o teria sobrado das negociações malsucedidas.

Publicidade

O homem se chamava Hu e trabalhava como chefe do departamento de controle de qualidade de uma empresa cujo nome não foi divulgado. Ele é acusado de usar o cargo de liderança para desviar os fundos durante a valorização do bitcoin no ano passado.

Para roubar o dinheiro da companhia, o sujeito tinha diferentes estratégias. Além de interceptar pagamentos dos clientes, ele também forjava falhas em produtos vendidos pela própria companhia, pedia reembolso com contas falsas e ficava com o dinheiro.

trader preso
Polícia prendeu o trader depois de denúncia da empresa (Foto: Reprodução/Baidu)

Quando a companhia descobriu as infrações do sujeito, acionou a polícia para investigar o caso e realizar a prisão. De acordo com o Artigo 272 da Lei Criminal da China, um funcionário que usar o seu cargo para desviar fundos da empresa e que não for capaz de reembolsar a quantia, pode pegar de três a dez anos de prisão.

Alta e queda do bitcoin

O plano do Hu era usar o dinheiro da empresa para fazer investimentos especulativos em bitcoin. Se tivesse apenas comprado a criptomoeda no ano passado e a deixado parada, o trader poderia até mesmo ter feito o dinheiro render. No entanto, ele optou por arriscar e acabou perdendo cerca de R$ 1 milhão.

Publicidade

Em contratos futuros de bitcoin, um investimento de risco mais comum, um investidor concorda em comprar ou vender um ativo a um preço pré-definido no futuro. Quando o dia do vencimento do contrato chega, aquela posição é obrigatoriamente liquidada, mesmo que esteja no prejuízo.

Até abril, a criptomoeda líder do mercado estava em uma fase positiva de valorização que já se estendia por meses, culminando em uma máxima histórica de US$ 64.800 no dia 14 de abril.

Em meados de maio, no entanto, o bitcoin sofreu uma das piores quedas da sua história e ainda hoje enfrenta dificuldades para recuperar os ganhos.

VOCÊ PODE GOSTAR
camisas das seleções da itália e Argentina

Socios.com lança colecionáveis que celebram o legado das seleções da Itália e Argentina

Para participar do ‘The Fabric of Champions’, os detentores de fan tokens podem bloquear seus ativos até 15 de julho
Jerome Powell, presidente do Fed, mostrado em tela de computador

Bitcoin cai para a casa dos US$ 67 mil após Fed manter taxa de juros

Jerome Powell afirmou que a busca do banco central dos EUA pela meta de 2% de inflação ainda não acabou
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin tem forte alta com ETFs nos EUA batendo recordes de aportes

Manhã Cripto: Bitcoin tem forte alta com ETFs nos EUA batendo recordes de aportes

ETFs de Bitcoin à vista dos EUA registraram entradas de US$ 886,75 milhões, o que é o segundo maior fluxo diário desses produtos
Gary Gensler SEC in GOP Financial Services-Reprodução-Youtube

Presidente da SEC é questionado sobre ETFs de Bonk após aprovação de fundos de ETH

O presidente da SEC, Gary Gensler, adotou uma abordagem menos hostil em relação às criptomoedas em uma nova entrevista e foi questionado sobre o que vem a seguir