Imagem da matéria: FTX quer vender US$ 3,4 bilhões em criptomoedas; manobra pode afetar preço de Bitcoin, Ethereum e Solana
Shutterstck

Um processo judicial revelou nesta segunda-feira (11) que a falida exchange de criptomoedas FTX possui em seu portfólio US$ 1,16 bilhão em tokens Solana (SOL), o que perfaz mais de um terço do total líquido da empresa, de US$ 3,4 bilhões.

A outra maior parte do fundo de criptomoedas está em Bitcoin (BTC), valendo US$ 560 milhões com base nos preços de 31 de agosto. Em terceiro lugar vem o fundo em Ethereum (ETH), com US$ 196 milhões.

Publicidade

Uma parte em tokens Aptos (APT) – o 36º maior ativo do mercado cripto por capitalização, contabiliza outros US$ 136 milhões.

Solana também fez o maior investimento em token de risco da FTX no valor de US$ 137 milhões, com o token NEAR em segundo lugar, com US$ 80 milhões.

A empresa também possui um estoque separado de criptomoedas “Categoria B”  — tokens menos conhecidos que “não atendem aos limites de liquidez e/ou são amplamente controlados pelo patrimônio”.

Isso inclui aproximadamente 10 bilhões de tokens Serum (SRM) – a exchange descentralizada da rede Solana que faliu quando foi revelado que a FTX tinha secretamente acesso para alterar unilateralmente o protocolo – e 269 milhões de tokens Mango (MNGO).

Publicidade

Enquanto isso, o cofundador do Solana Labs, Anatoly Yakovenko, parece decidido a continuar, apesar dos sinais de que o patrimônio da FTX está se preparando para liquidar suas participações.

A exchange agora vai buscar aprovação regulatória para liquidar esses US$ 3,4 bilhões.

A proposta, delineada pela primeira vez em agosto, nomearia a Galaxy Digital de Mike Novogratz como o gestor de investimentos responsável pela venda. De acordo com o plano, a FTX teria permissão para vender até US$ 100 milhões em tokens por semana, um limite que poderia ser aumentado para US$ 200 milhões com base em tokens individuais.

E o mercado se pergunta como essas vendas poderão afetar o preço das criptomoedas envolvidas – o Bitcoin, por exemplo, já recua quase 4% nesta segunda.

“Incidentes anteriores semelhantes de vendas de alto volume tiveram uma grande influência no mercado de criptomoedas, e notamos quedas antes mesmo do início da venda”, Evgen Verzun, fundador da plataforma de gerenciamento de ativos multi-cadeia Kaizen Finance. “Desta vez não é diferente, e prevejo que o mercado seguirá o exemplo: veremos um declínio até que as vendas comecem.”

Publicidade

O número relevante não é o preço absoluto dos tokens mantidos, mas sim o seu valor relativo ao volume negociado ativamente de cada ativo”, observou a empresa de inteligência de mercado de criptografia Messari. “Embora SOL e APT tenham valores consideráveis em dólares americanos e impactos relativos no volume de mercado, esses ativos são mantidos na Alameda e no lado de risco da casa e são em grande parte compostos por tokens adquiridos que não são imediatamente líquidos em mercados abertos.”

Ativos da FTX

O documento judicial fornece um detalhamento dos ativos da FTX, incluindo, além de criptomoedas, dinheiro, ativos recuperados pelo governo e outros investimentos, juntamente com pagamentos feitos ao ex-chefe Sam Bankman-Fried e outros executivos.

Desde o pedido de falência em novembro, a FTX garantiu mais US$ 1,5 bilhão em dinheiro, além do montante de US$ 1,1 bilhão que detinha no momento do colapso.

O ex-CEO, seu braço direito Gary Wang, e a ex-CEO da Alameda, Caroline Ellison, receberam US$ 2,2 bilhões em “dinheiro, criptomoedas, ações e imóveis”, junto com outras 46 pessoas. Também foram identificados cerca de US$ 87 milhões em “doações políticas e de caridade” a terceiros.

A lei dos EUA pode permitir que tais pagamentos sejam recuperados e distribuídos aos credores.

Até agora, executivos como Wang, Ellison, Nishad Singh e Ryan Salame já se declararam culpados de várias formas de fraude relacionadas ao uso indevido de fundos de clientes e violações das leis de financiamento de campanhas políticas.

Publicidade

Entre os bens, há também 38 condomínios nas Bahamas, no valor total de US$ 222 milhões em valor contábil.

*Traduzido com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Miniaturas de homens em cima de moeda de Bitcoin gigante fazendo medição pela metade

Contagem regressiva para o halving: MB destaca a importância do evento para o mercado cripto

O Mercado Bitcoin também evidencia como surgiu o halving e quais os mecanismos utilizados para reduzir, pela metade, as emissões da moeda digital mais relevante do mercado
moeda de bitcoin à frente da bandeira de hong kong

Por que os ETFs de Bitcoin e Ethereum em Hong Kong são importantes para o mercado

Aprovação dos ETFs de Bitcoin e Ethereum podem abrir espaço para investidores da China e dar uma vantagem competitiva de Hong Kong sobre os EUA
Mineração

Mineradores de Bitcoin disputam mercado com Inteligência Artificial antes do halving, diz Bernstein

Um novo relatório da empresa de investimento destaca o aumento da concorrência entre dois setores que exigem energia e poder de processamento
Celular com logotipo da BInance

Binance lista 6 novos pares de negociação com USDC e lira turca

A corretora também vai incluir os novos pares em seu serviço de robôs de negociação (trading bots)