Desenho de uma caixa sustentada por paraquedas
Foto: Shutterstock

Enquanto o aplicativo social friend.tech, baseado em blockchain, se prepara para lançar sua tão esperada versão 2, a equipe disse que já registrou um panorama da rede antes do tão esperado airdrop de 100% de seu token FRIEND.

“Bloqueamos os saldos de pontos e desvincular ou vincular novamente sua conta no X não transferirá mais pontos”, escreveram no X, “Junte-se a nós na próxima semana para quando os pontos entrarem na rede”. Ainda não há informações sobre quando o airdrop ocorrerá, mas há especulações de que pode ser já na próxima semana, quando os saldos de pontos entrarão na rede.

Publicidade

A Friend.tech é uma plataforma de mídia social descentralizada na Base, uma rede de segunda camada de Ethereum incubada pela Coinbase. Quando a plataforma social foi lançada em agosto de 2023, ela gerou muito entusiasmo, alguma controvérsia e foi brevemente uma das maiores plataformas de blockchain.

Ela funciona permitindo que os “sujeitos”, ou personalidades da mídia social, ofereçam “compartilhamentos” à sua comunidade. Esses compartilhamentos concedem aos usuários acesso a bate-papos privados, nos quais eles esperam que os sujeitos ofereçam vantagens e informações negociáveis. Mas o entusiasmo diminuiu, assim como os usuários ativos da plataforma.

Mas as taxas, as negociações e a atividade na friend.tech aumentaram no início deste mês, quando o ímpeto começou a crescer com a notícia de que a equipe lançaria em breve a versão 2 da plataforma. No momento em que este artigo foi escrito, havia um valor total bloqueado (TVL) de US$ 34,4 milhões na friend.tech, de acordo com o DeFi Llama. Isso está muito longe dos US$ 52 milhões que estavam lá durante seu pico em outubro.

A versão 2 da Friend.tech apresenta vários novos recursos, incluindo o Money Club. O recurso Money Club permitirá que as comunidades gerenciem tesouros compartilhados e cunhem itens colecionáveis negociáveis na rede, como NFTs, memecoins e outros tipos de mídia. A plataforma também está lançando seu novo sistema de pontos — que será usado para o airdrop — e curvas personalizadas, que permitem aos usuários criar suas próprias métricas de engajamento.

Publicidade

Também haverá pequenas atualizações de usabilidade, como permitir que os participantes personalizem seus espaços de bate-papo estética e funcionalmente com opções como enquetes, sorteios e temas visuais.

O investidor cripto John Wang compartilhou detalhes sobre a V2 em uma thread no X no mês passado.

“A V1 era apenas a beta,” ele  escreveu. “Desta vez, a FT está planejando continuar. Você ainda não está posicionado, não é mesmo, anon?”

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: As criptomoedas estão se tornando políticas – e a Consensys quer ficar fora disso

As criptomoedas estão se tornando políticas – e a Consensys quer ficar fora disso

Enquanto outras empresas gastam milhões em candidatos pró-cripto, Joe Lubin diz ao Decrypt que a Consensys resistiu ao impulso
Mão segurando um celular com o logo dourado da corretora Gemini

Clientes da Gemini estão prestes a recuperar todas as suas criptomoedas — que agora valem muito mais

Exchange deve pagar US$ 2 bilhões em ativos aos clientes de seu programa de empréstimos Gemini Earn
Imagem da matéria: Manhã Cripto: CVM aplica multa de R$ 55,8 milhões a Atlas Quantum e dono foragido

Manhã Cripto: CVM aplica multa de R$ 55,8 milhões a Atlas Quantum e dono foragido

A CVM multou a pirâmide financeira Atlas Quantum após identificar indícios “robustos e consistentes” de que tudo não passava de uma operação fraudulenta
Imagem da matéria: Ministério Público contrata empresa para rastrear transações com criptomoedas

Ministério Público contrata empresa para rastrear transações com criptomoedas

Segundo o MPF, contratação é para “sistema de identificação, monitoramento, rastreamento, pesquisa e análise de transações eletrônicas com uso de criptomoedas”