Imagem da matéria: Fidelity quer lançar seu próprio ETF de Bitcoin
Foto: Shutterstock

A Fidelity, uma das maiores instituições financeiras do mundo, está buscando a aprovação da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos para lançar um ETF de Bitcoin, de acordo com um novo pedido junto à SEC.

O fundo negociado em bolsa, que permitiria aos investidores se expor ao Bitcoin sem a necessidade de comprar e armazenar a criptomoeda, seria registrado como Wise Origin Bitcoin Trust. A Fidelity Service Company Inc serviria como administradora, e a Fidelity Digital Assets custodiaria o Bitcoin físico subjacente ao ETF, caso fosse aprovado.

Publicidade

A SEC ainda não aprovou um ETF de Bitcoin, embora muitas empresas tenham entrado com o pedido. Gemini, a empresa de serviços de cripto de propriedade dos gêmeos Winklevoss, entrou com pedido de vários ETFs desde 2013. A SkyBridge Capital de Anthony Scaramucci acabou de abrir um pedido, e a gestora de ativos VanEck está tentando lançar um há anos.

Os investidores em criptomoedas têm clamado por um ETF de bitcoin, e empresas como Grayscale e Galaxy Digital oferecem produtos de investimento semelhantes que tentam preencher essa necessidade. O Grayscale Bitcoin Trust (GBTC) agora tem mais de US$ 36 bilhões em Bitcoin sob gestão, embora esteja sendo negociado a um prêmio de -12%.

Este ETF proposto não é a primeira incursão da Fidelity no mundo cripto – no ano passado, o banco lançou seu primeiro produto de investimento em Bitcoin na forma do Wise Origin Bitcoin Index Fund I.

Em uma declaração recente, o Diretor de Macro Global da Fidelity disse que o Bitcoin tem uma “vantagem única sobre o ouro“.

VOCÊ PODE GOSTAR
Bitcoin em gráfico de alta com seta azul apontado para o alto

Traders esperam que Bitcoin supere a máxima de US$ 74 mil em breve

“Esperamos um impulso de alta aqui que pode nos levar de volta às máximas de US$ 74 mil”, disse a QCP Capital sobre o momento do Bitcoin
Ilustração de bandeira do Brasil dentro moeda de Bitcoin

Novo estudo do LAPIN apresenta melhores práticas para regulação de criptomoedas no Brasil

White paper feito pelo LAPIN com apoio da Ripple traz diversos pontos e dados para ajudar na regulação do setor de criptomoedas brasileiro
HANDS, memecoin, mãos, rug pull,

Criador de memecoin disse que não tinha mãos, então não conseguiria “puxar o tapete” — ele mentiu

“NoHandsNoRug”, o criador da memecoin HANDS, disse que não aplicaria um rug pull. Adivinha o que aconteceu em seguida?
Senado, Congresso, Câmara dos Deputados, Brasília, Parlamento

Projeto de Lei quer proibir uso de criptomoedas fruto de crimes durante processo penal

Deputado autor do PL afirma que em muitos casos, mesmo durante a investigação, acusados continuam a movimentar recursos do crime