Fed anuncia injeção de mais US$ 500 bilhões para ajudar empresas

Objetivo é ajudar empresas que enfrentam dificuldades para obter o financiamento de curto prazo necessário para operar.

Foto: Shutterstock


O Banco Central dos EUA anunciou mais uma operação de recompra de US$ 500 bilhões nesta terça-feira (17) à tarde.

Segundo a CNBC, o movimento ocorre em meio intensas pressões de financiamento. O Fed informou na terça-feira que está prestando ajuda às empresas que enfrentam dificuldades para obter o financiamento de curto prazo necessário para operar.

O banco anunciou uma linha de crédito especial para comprar papéis corporativos de emissores que têm dificuldade em encontrar compradores no mercado aberto.

“Esse é um mercado crucial para empréstimos de curto prazo por empresas e, se você não obtiver esse empréstimo de curto prazo, não poderá receber pagamentos, não poderá pagar seus funcionários, não poderá pagar seus empréstimos.”, disse Randall Kroszner, ex-governador do Fed, à CNBC. “Se isso congelar, é um problema real”.

Essa última ação chega aos US$ 1,5 trilhão anunciados na semana passada. O repositório envolve bancos que oferecem garantias de alta qualidade para reservas utilizadas para operar. O lance mínimo para as operações compromissadas foi de 0,1%.

As operações compromissadas seguem outras medidas de liquidez do Fed destinadas a fazer com que os bancos mantenham o dinheiro circulando pela economia.

No domingo, o Fed anunciou que reduziria sua meta de juros a zero, como mais uma medida para dar suporte à economia durante a pandemia do coronavírus.